terça-feira, junho 17, 2014

Viva o Brasil e o PT

Esta semana já tivemos a discussão do coitadinho, e eu também entrei online para ver a programação da Copa do Mundo. Fiquei muito impressionado que vai haver jogos no pais inteiro!! Os descendentes de Comte vivem reclamando que foi um absurdo o gasto de dinheiro em estádios, mas ninguém considera os benefícios ou o que isto significa.

Para começar vou retornar ao que éramos na década de 60. Eu vivia em Conquista, no fim de semana escutávamos futebol do Rio de Janeiro em um radio de ondas curtas. O Brasil so existia no Rio e Sao Paulo, o resto era mato. Eu fui levado a torcer para o Vasco da Gama no Rio de Janeiro, pois futebol de Salvador nao era importante em Conquista.

Naquela epoca Juscelino fez Brasilia e mudou a capital para la. Os "Comteistas" declaram o absurdo da despesa e roubo, que o Brasil nao precisava daquilo. Alguém ai hoje em dia pode dizer que Brasilia foi um erro?

Outro aspecto importante da decada de 60 sem PT era o padrão de vida. Minha família tinha recursos, entre as famílias "ricas" de Conquista. Mesmo assim tínhamos um carro só, um jipe que era vendido ocasionalmente para a compra de fazendas, passando 6 meses sem carro. Viagem ao exterior era minha grande paixão. A primeira pessoa a viajar para o exterior foi Elifaz, e em 1966 Duda. quando Duda foi viajar um time de app. 20 pessoas foram a Viracopos levar ele, alguns de terno pois a ocasião era muito especial.

Minha posição sobre o gasto com estádios e que foi um grande passo a frente. Estes gastos tem 2 benefícios. Em primeiro lugar, ao contrario do que dizem os paulistas, todo mundo no Brasil trabalha e produz. Portanto todos merecem ter um estádio bom na sua região, de certa forma estamos distribuindo a renda. Em segundo lugar tem a parte da unidade para ser uma nação unida. Brasil e Estados Unidos são as duas grandes exceções na geografia política. Todos outros países grandes (India, China, Russia) tem culturas e línguas diferentes por região, na realidade são uma colcha de retalhos. O resto da America Latina e outro exemplo, todos estes países foram colonizados pela Espanha, mas se tornaram em um grande numero de países e não um só como o Brasil.

A outra reclamação sem sentido e que o Brasil esta horrível, roubos do PT, economia péssima. Eu acho que isto e falta de visão histórica. Quem quer voltar para a década de 60, ninguém tinha carro e viagem ao exterior era sonho!! Acho que grande parte da reclamação e que os intelectuais falidos acham que os operários do PT não sabem o que estão fazendo, só eles.

Lula (dasequação)

Nao Anonimo

24 comentários:

Anete disse...

Hoje mesmo estava lembrando da época da ditadura e da inflação, tempos difíceis.
Estamos bem, mas está vindo uma crise muito séria aqui no Brasil.
Será que estamos preparados????

Anônimo disse...

SABIA DESSA?
Em Janeiro de 2002 o Japão e a Coréia gastaram 10 bilhões de dólares cada um para fazer a Copa. A FIFA pagou impostos normalmente e ainda assim lucrou 3 bilhões.
Em 2006, a Alemanha gastou 9 bilhões de dólares com a Copa, a FIFA pagou impostos e ainda assim lucrou 5 bilhões.
Em 2010 a África do Sul gastou 11 bilhões de dólares, a FIFA pagou impostos, e faturou 6 bilhões.
Agora o Brasil: o governo Dilma ISENTOU a FIFA de pagar qualquer tipo de impostos – zero de impostos para a FIFA e empresas coligadas. O custo da copa vai chegar aos 17 bilhões de dólares para o Brasil e a FIFA prevê ganhar 15 bilhões de lucro. Pela primeira vez na história de todas as copas um governo dá total imunidade de impostos para a FIFA. Ou seja, nada em impostos vai retornar para os cofres públicos. Pra quem vai esse dinheiro?
Jorge Cajuru

Anônimo disse...

Volta colega, o Brasil precisa de PhD's.

O provocador.

Anônimo disse...

Só tem sabido porque tem besta!!!

Lula (dasequacao)

Nao anonimo

Anônimo disse...

É muito fácil criticar... quem "matou" a inflação não foi o PT e quem deu condições melhores a classe média também não foi o PT.
A linha de pensamento do PT é dá dinheiro camuflado com o nome de "bolsa" para os pobres para comprar voto. E criar cotas para os pobres.
Aqui no Brasil só pobre e ladrão é que tem lei...

O Clone do Provocador

Bel B disse...

Para comparar o Brasil de agora com o dos anos 60, tem que se levar em conta que houve 20 anos de governo militar, 5 de Sarney, 5 de Collor/Itamar, 8 de Fernando Henrique, 8 de Lula e 4 de Dilma. Há erros e acertos de todos.
Para mim, sem dúvida alguma, o melhor de todos foi o de FHC, é claro que houve falcatruas também (é sistemático no Brasil, como bem disse Luís Inácio e entrou no esquema), mas FHC conseguiu acabar a hiperinflação, estabilizar a moeda e colocar o Brasil no caminho do crescimento.
Quando o discurso é o povo e “as elite”, sinceramente acho que " as elite tão" muito mais bem preparada para governar que o povo, pois tem acesso a educação. Nós que valorizamos tanto isto, (temos até PhD na família).... Tenho medo “do povo”. O povo gosta mesmo é de futebol e carnaval e escolhe seu candidato por quem paga mais.

Anete disse...

Faço minhas as suas palavras Bel. Mas a corrupção independe da educação.
Não é só o povão não quer nada, atualmente creio que ninguém quer nada nem "as elite".
Todo mundo quer trabalhar menos e ganhar mais.

Anônimo disse...

Bel, em primeiro lugar eu concordo com sua analise que dos anos 60 ate agora foi uma viagem com vários passos. Porem, o que eu quero combater e o festival de hipérboles que o Brasil vai acabar, esta horrível, desastre amanha de manha ......

Eu não concordo com sua analise de que os intelectuais estão mais preparados para governar. O principio da democracia e que o povo vai governar, fazer erros e aprender. A filosofia de que o povo é mongol e não pode governar está acabando, veja Venezuela e Bolivia de maneira mais visível, e Brasil no mesmo caminho. O futuro e governo do povo, certo ou errado.

Lula (dasequação)

Não anonímo, não provocador, não clone

Bel B disse...

Concordo com você Anete. Corruptos há em toda parte.
A diferença que vejo em uma pessoa que teve educação formal para quem não teve é na competência. (Claro que sempre há exceções).
Pessoas que trabalham para o Governo da Bahia (conheço algumas) dizem que havia muito mais pessoas competentes nas Secretarias no governo anterior ao PT. Este costuma substituir funcionários de carreira por “companheiros”. Tem muita gente bem intencionada, mas incompetente.

Bel B disse...

Quero ser igual aos Estados Unidos, Alemanha, Japão. No mínimo, o Chile.

Mas Venezuela e Bolívia... aff!...

Fernando disse...

A visão do empregado é sempre parecida.........monte uma empresa no Brasil e avalie o sistema sindical falido sem comprometimento.
Nossa mão de obra estar abaixo do cu do cachorro um dedo,graça ao PT.

FERNANDO.

Alvaro Risso disse...

Lula (seu homônimo parece estar fazendo sua cabeça),
a sua fala de que os intelectuais NÃO são melhores que o "povo" para governar, parte do pressuposto que o intelectual não faz parte do povo. Faço-lhe uma pergunta: porque você estudou para ser PhD? Você sem o seu conhecimento atual, poderia exercer a sua atual profissão? Políticos fazem leis e administram a res publica, e pelo menos nisso eles devem ter certo conhecimento. Você está confundindo democracia com ditadura do proletariado, que são coisas muito diferentes. Ver o Brasil pela janela americana, parece-lhe que reclamamos de tudo. Para o atual governo, isso também é verdade, tanto é que querem acabar com as reclamações através do controle tanto da internet quanto da mídia, chamada por eles, de golpista. Querem calar o povo enfim. Quando você afirma que "só tem sabido porque tem besta", classificou todos nós, os brasileiros (povo) residentes, de abestados, pois estamos aqui governados por uma quadrilha de "sabidos" que no seu entender é o "único" povo. O pior de sua fala é que sugere que nós, os abestados, fiquemos calados e deslumbrados com aquilo que vemos, tanto de certo quanto de errado. Ora, citando Oscar Wilde, "os loucos às vezes se curam, os imbecis não", e pegando a sua fala "O principio da democracia e que o povo vai governar, fazer erros e aprender", acredito que "nós, o povo" (Constituição Americana?), notamos o erro e estamos tentando corrigí-lo, apesar do atual "governo do povo", como você quer creditar, não querer a nossa correção. Só para sua informação, a Dilma (VTNC) foi eleita com 50 milhões de votos e 80 milhões não votaram nela! De que lado está a maioria do povo?
Então, viver numa democracia como essa que você vive, lembra-me o ditado popular: "PIMENTA NO C... DOS OUTROS É REFRESCO!"
Reforço o que disse O Provocador: "Volta colega, o Brasil precisa de PhD's."

Mariana disse...

Bom, só posso falar que trabalho numa empresa controlada pelo governo e vejo o quanto os interesses políticos destroem a técnica e o know how. Doi ver tanto dinheiro jogado fora para reeleger Dilma e a propaganda enganosa... fora isso, doi presenciar a falta de bom senso e ética com o povo... vou trabalhar literalmente rezando para ninguém morrer. :(

Mariana disse...

Ah sim, sou uma pessoa indignada com o VOTO OBRIGATÓRIO num sistema democrático. Sempre voto num tal de NULO que nunca ganha. Esse ano tomei uma demissão: votar no concorrente mais forte contra o PT! Merca por merca, quero uma nova :(

Alvaro Risso disse...

Mariana, finalmente sua escolha está correta. Na vida nem sempre podemos escolher o perfeito mas, na maioria das vezes, escolhemos o menos ruim. Se há alguma possibilidade de se acabar com o voto obrigatório, certamente não é votando no PT que conseguiremos isso. Eu tb sou contra a obrigatoriedade, e sou a favor do voto distrital.

Bel B disse...

Li por ai que dos 513 deputados, só 35 foram eleitos por votos próprios.
Sou a favor do voto distrital...

Luladasequacao disse...

Alvaro, gostei de sua resposta pelo conteúdo e por ser assinada. Em primeiro lugar gostaria de dizer que eu não estou analisando por uma janela americana. Eu li muito pois queria entender como um pais grande, cheio de recursos e clima excelente como o Brasil não se tornava um pais rico. Eu li bastante historia e economia, e partir disto faco uma analise racional.

A melhor explicação que tenho é de "Porque as Nações Falham". Existem 2 sistemas políticos, extrativista e inclusive, o mesmo para a economia que resulta da política. No sistema extrativista existe uma elite que explora a maioria, e faz tudo para manter os pobres e não educados desta maneira para sempre para evitar a concorrência.

O brasil vive de elite em elite controlando o pais, roubando e evitando o avanço economico e intelectual da maioria. Os porcos mudam, mas a m___ e a mesma.

A posição que defendo e que nos devemos participar do processo ativamente, usar nossos recursos, inteligência e voto para ajudar a eleger as pessoas certas. Quando morei no Brasil tive uma namorada que era totalmente envolvida em política, em época de eleição ela sumia e corria atras de votos. Na época eu achava errado, hoje eu digo que ela estava certa, eu e vários outros não lutamos pelos nossos direitos.

Quanto a voltar, eu ja voltei. Em 1981 eu largei empregos nos USA pois estava apaixonado pelo Brasil, a festa, os amigos, o pais. Eu consideraria voltar por uma causa e um programa que valesse a pena. Sentar em boteco para reclamar de Sarney, Collor e PT nao vale a pena.

Lula (dasequação)

daniel disse...

Acredito que essa época em que os valores morais são menosprezados pelos nossos representantes é um estágio primitivo de uma inevitável e iminente evolução da sociedade e da politica. Com certeza não são os corruptos que estão hoje no poder que me representam.

Alvaro Risso disse...

Bom Lula, vc tocou em dois assuntos:
primeiro, acusa a "zelite" (termo usado pelo Lula dacorrupção) "extrativista" das mazelas do país. Vou citar aqui Roberto Campos, saudoso ministro da "ditabranda": Numa entrevista o reporter reclamou das multinacionais que vinham explorar a mão de obra "barata" brasileira. Ele fez uma comparação interessante: disse que o estado de SP era o que tinha o maior número de multinacionais instaladas, e o Piauí não tinha nenhuma, e que isso mostrava claramente como as multis exploravam e empobreciam o povo, pois o Piauí era muiiiito mais RICO do que São Paulo. Empresas trazem trabalho, salário e padrão de vida. Socialismo só pobreza;
segundo, vc citou uma namorada que saía atrás de votos. Não a conheci mas posso afirmar que ela era de esquerda, por essa característica. A direita, que defende a democracia e o liberalismo econômico, é execrada e perseguida neste nosso pais. Os empresários são considerados ladrões e opressores. A direita acha q cada um tem o seu direito à escolha, porisso não sai a cata de votos. O socialista não, ele quer impor sua escolha aos outros. Temos um exemplo claro q é a vizinha Venezuela. Ela antes do HC estava boa? Claro q não. Mas hoje está muito pior.Os esquerdistas sofrem uma lobotomia, pois não conseguem ver o futuro nesse regime. Acham q basta pendurar o povo nas tetas do governo que tudo funciona. Se dá errado, é culpa dos "reaças" remanescentes. Porisso funcionou em Cuba, mataram todos os q não conseguiram fugir. Li um artigo interessante sobre canibalismo nos três primeiros núcleos ingleses na América. Um respeitou a propriedade da privada da terra e outros dois aplicaram o coletivismo. Todos os três trocavam o excedente da produção com os indígenas por peles e carne. Os dois coletivizados deixaram de ter excedentes pois pararam de cultivar a terra, e quando a fome bateu, chegaram a praticar o canibalismo em um deles (recentemente acharam provas disso). Os dois núcleos desapareceram. O q criou e respeitou a propriedade privada se desenvolveu e resultou no EUA de hoje. O direito à propriedade leva ao progresso e a sua falta à letargia e ao caos.
Os humanos não são iguais, felizmente. Alguns tem a capacidade de administrar e outros de serem administrados. Querer forçar estes serem aqueles, é o que leva socialismo à derrocada, que acha que todos são iguais e capazes. Ter direitos iguais não significa optar pelas mesmas coisas.

a disse...

Daniel, não quero ser pessimista, mas não chegamos ao fundo do poço ainda. O fundo é o atual estagio da Venezuela. Mais quatro anos de PT estaremos lá.
No livro "Justiça, o que é fazer a coisa certa" do Michael Sandel, (vc já deve ter lido) ele chega a uma conclusão interessante: A democracia só é possível com o liberalismo econômico.

Se chegarmos ao estágio de Cuba, quanto tempo vc acha que irá demorar essa evolução para voltarmos ao primitivismo atual?

Alvaro Risso disse...

Daniel, é Alvaro quem disse.

Luladasequacao disse...

Alvaro e Daniel, eu vejo 3 pontos principais desta discussao que sao:

1 - Coletivismo versus respeito da propriedade: Concordp plenamente que o coletivismo nao funciona. Eu posso ver algo certo no PT mas certamente nao e a socializacao. Ate Keynes disse que o crescimento economico necessita da concentracao de dinheiro em um numero limitado de pessoas para permitir investimento, distribuicao de renda total so leva a consumo.

2 - Incompetencia da Elite. Tem uma longa lista de paises onde a elite foi incompetente, e os populistas tomaram a frente. Inclue ate Alemanha e Italia apos a Primeira Guerra, onde o governo tinha debito excessivo da guerra e acabou sendo derrubado por oportunistas. Eu coloco na lista Cuba, Venezuela, Bolivia e Brasil. Nos ainda estamos melhores que Venezuela e Bolivia pois tinhamos uma base economica forte e Lula foi brilhante em manter a politica economica de FHC. A pergunta critica e porque Chavez, Lula e outros foram eleitos? Eu acho que as grandes elites nao souberam governar e menos ainda comunicar com o povo.

3 - Visao Historica: Nos vemos o fim de mundo em tudo. A Franca teve uma revolucao em 1789, e o pais so estabilizou em 1870 com a formacao da terceira republica. Dentro deste cenario, o problema PT e fichinha. Se analisarmos racionalmente a historia brasileira de 1950 para ca, o avanco foi significativo. Creio que o ponto mais importante e que desde Collor o povo tem escolhido os lideres, as vezes certo, as vezes errado. Portanto, falta e paciencia.

Lula (dasequacao)

daniel disse...

oi Alvaro,
talvez um dos maiores legados dos governos do PT apos toda essa roubalheira tem sido a de estimular, mesmo que de maneira não intencional, uma consciência da importancia de fazer as coisas da maneira certa; uma parcela significativamente maior da população brasileira tem discutido os temas éticos e morais, e se indignado. Hoje parece bem mais claro que não existem um grupo 'salvador da patria' e incorruptivel, como o PT se autoproclamou por muito tempo. E isso ja tem sido demonstrado por fatos como a discussão sobre a lei do ficha limpa, ou mesmo o surgimento de alguns como o Joaquim Barbosa que mostram não se intimidar. Então vejo que estamos evoluindo enquanto sociedade (em um prazo que nao tenho como saber quando, nao custa sonhar um pouco tambem), para uma maior consciencia politica.

Luladasequacao disse...

Daniel,

Concordo com seu comentário, achei alguém que entende o que quero dizer. Traduzindo um ditado em inglês "ver a floresta e não as arvores". PT, Collor, ditadura e outros são parte de um processo de crescimento, já crescemos muito economicamente , culturalmente e politicamente. Varias pessoas só conseguem ver um ponto preto minúsculo em um quadro branco enorme.

Lula (dasequação)