sexta-feira, julho 13, 2012

Meia noite no Rio

Ontem, quinta feira, fui convidada por uma amiga a ir no Méier assistir um show no antigo Imperator que reinaugurou como Centro Cultural João Nogueira. Nem pensei duas vezes, filei o Pilates, peguei o metrô e depois o trem na Central do Brasil e cheguei lá. Cheguei ao Méier e logo caiu o maior toró, com relâmpago e tudo. 
Bem, só depois que fiquei sabendo que era o show de Elton Medeiros, um velhinho de 87 anos, compositor com parcerias com Cartola, Paulinho da Viola, entre outros da velha guarda.
O Centro Cultural é enorme, vale a pena conhecer.
Adorei o show, conhecia quase todas as letras (veja relação abaixo).
Depois do show ainda fomos para o Amarelinho (bar) na Glória, com direito a canja de galinha, caldo verde,etc, até 2 horas da manhã. Como gosto desta vida de boemia.
Cada vez mais apaixonada pelo Rio, e aguardando que Salvador resgate também o posto de uma cidade que valha a pena viver.



3 comentários:

art disse...

Elton para mim é o maior sambista vivo.

Bel B disse...

Anete é mais boemia do que eu pensava!.. e do jeito que vai em pouco tempo será mais carioca que baiana. Aproveite! Esta cidade é mesmo maravilhosa! Incomparável!..

Luciano Leto disse...

É o rio não é só zona Sul