domingo, janeiro 15, 2012



Obrigada, NOÉLIA

A Alimentação no Planalto da Conquista 1930 a 1960


AMEI.

Pilão era no enxoval, “Acorda, Maria, vem ver.
A pilada do pilão bater!” (pág. 54). Bacias de ferro, comida “para dar sustança”, jantar cedo e sentar para contar causos e cantar na varanda, “menino, se fizer danação na semana santa, te castigo no sábado de aleluia” (grifo meu), folia de reis, com festa no 6 de janeiro.

O livro foi um passei pela minha infância, para além das receitas. Minhas primeiras e melhores lembranças gastronômicas
estão lá. Obrigada pelo presente.


3 comentários:

Fernando disse...

Teresa,
Acho que você não conheceu Amélia ... ela ficaria muito feliz por você ter gostado do livro

Fernando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tereza disse...

Fernando, amei mesmo o livro, e de quebra, ainda vou tentar algumas receitas que perdi o costume de fazer, além experimentar outras que não conhecia.