sábado, novembro 26, 2011

Aventura das Martins ... Parte II - Houston

Na terra de tio SAM até Martins vira consumista, então logo contratamos uma Personal Shpoper – Rose Any Ramalho, PHD em Consumo pela Comunidade Brasileira de Houston. As regras foram estabelecidas –

1) EU QUERO
2) EU POSSO
3) EU MEREÇO
4) EU PRECISO
5) ISTO ME FAZ FELIZ.

Se o objeto cobiçado atender a pelo menos 4 regras, deve ser comprado, senão haverá sérios arrependimentos quando de volta ao Brasil. Outlets, shoppings, mercados, farmácias..vale tudo, inclusive as caixas da amazon.com que chegam diariamente, a maioria TO: BETE.

Brindando ao Thanksgiving

- Thanks God!
Quinta-feira, dia 24/nov, foi o Dia de Ação de Graças (Thanksgiving) e este é o maior feriado dos Estados Unidos, talvez maior que o Natal, então todas as lojas fecham, nada de compras. Só não houve uma frustração geral devido a mega festa na Mansão Ramalho Matos, com os amigos e colegas da Dow. Vieram até diretores. Haja prestigio. É claro, todos brasileiros. Festival gastronômico, todos chegavam trazendo uma iguaria. Um dos colegas fez uma Paella numa panela de 1m de diâmetro, que Igor breve fará uma descrição dos preparativos e elaboração da mesma, para concorrer com a feijoada da Faz Paris, postada neste blog por Cristiano.

No final do dia tivemos que fazer uma caminhada pelos arredores para melhorar a digestão.


Durante o preparo da paella

Paella pronta

Mas após a quinta de agradecimentos, vem a Black Friday , liquidação geral a partir de zero hora. Na porta da Best By, havia fila desde 4ª feira a noite. Rose Any acostumada a virada de noite do Iguatemi véspera de Natal, nos convenceu a acompanhá-la nesta jornada madrugada adentro. Fomos parar na Macy’s, lotadíssima, filas enoooormes, mas ninguém resistiu. Bete comprou logo uma super mala que Eleusa e Rose recheiaram com toalhas Lacoste e outros itens. E assim o consumismo continuou pela sexta-feira o dia inteiro. A noite resolvemos checar as malas para ver se havia espaço para mais coisas. Foi quando descobrimos que existiam muitas coisas que não precisávamos porque não conhecíamos... A regra número 4 ficou mais forte quando Bete declarou : Eu preciso de um Michael Kors (relógio).

Sábado fomos todas para o outlet, voltamos todas chiquerésimas com pelo menos 2 MK, cada uma.
Fim de tarde em Houston
na caminhada após paella

Comprinhas básicas do sábado



E amanhã New York City nos aguarda....

Do jeito que vamos, acredito que no final da viagem, Barak Obama vai agradecer as Martins e Ramalho, (claro, pois sem a assessoria da Personnal Shopper não teríamos comprado nem metade) por salvar a economia americana.

E nós voltamos para casa quebradas!...

2 comentários:

eleusa disse...

Cada uma com 2 MK, virgula, eu so voltei com unzinho.Quero ver na hora de ir embora pro Brasil. A coisa vai entornar!!!!!

Betty Boop disse...

Um MK....mas em compensacao.....na Disney....haja carrinhos ein???!!! SURTO PLENO!!!
Eu ja estou achando que Bete ta mais para Ramalho que Martins...ou entao tudo que ouvia falar que Martins nao compra....ta virando LENDA!!!!!!!!

Essa personal shoper aqui esta quebrando tambem...hahahahahahahah!!!! ADOROOOOOOOOO