quarta-feira, julho 18, 2018

Diário de bordo, os banheiros..

Tenho andado bastante por aqui e dentre as varias coisas ainda em processo de conhecimento uma delas eu creio que já posso falar, que são os banheiros. No Brasil com exceção daqueles banheiros de postos de gasolina com restaurante conjugado e que são muito bons, podemos dizer que em geral os banheiros comerciais são ruins, sujos e muitas vezes não funcionam. Aqui na Australia tenho andado muito por postos de gasolina, supermercados e alguns bares e até agora não encontrei um único banheiro imundo que não da vontade nem de lavar a mão, inclusive boa parte dos banheiros de posto de combustíveis são unissex, então daí você tira que o homem daqui é um cara mais educado. Por mais simples que seja o local tem sempre tem papel sobrando, com dois ou três rolos em alguma prateleira próxima, descargas sempre vigorosas 100% operantes e com muita água, as vezes não encontro o papel para enxugar a mão, mas geralmente eles põem o secador a ar quente do lado, é o básico que não falta. De modo geral pode-se dizer que há agua quente em todos os lugares, difícil encontrar um posto sem agua quente na torneira. Outra curiosidade e um padrão em toda Sydney é ter uma torneira externa com plug de engate rápido em casas, condomínios, postos de gasolina e muitos comércios, pois aqui se contrata muitos serviços de lavagem pressurizada e as empresas chegam e engatam seus compressores nessas torneiras, também para molhar o jardim e eventualmente lavar alguma coisa. Se a sede apertar você pode parar na frente de qualquer casa abrir a torneira e beber agua, pois toda água de torneira é potável, mas é claro, também vende agua mineral. Nos bairros mais distantes do centro as pessoas lavam muito os carros na rua, algumas regiões mais nobres e movimentadas usam o lava rápido self-wash, você põe umas moedas em uma máquina e ela libera o compressor por alguns minutos e tem também lava-jato tradicional sempre acoplado com uma cafeteria e cheio de Latino e lavando carros – até agora não vi brasileiro nesse job.


Voltando ao assunto dos banheiros.. todos sem ducha.

3 comentários:

Igor Matos disse...

Ducha é coisa de brasileiro.

Nunca vi em outro lugar do mundo.

Trouxe duas do Brasil e instalei aqui em casa.

Igor

Cristiano Barreto disse...

Eu to pensando em como fazer uma portátil.. já olhei a reportagem de Célia e estou aqui matutando..
Cristiano

Anônimo disse...

Tia Bel e Tia Eleusa ensaiaram uma portátil na primeira vez que me visitaram.

Igor

Diário de bordo, os banheiros..

Tenho andado bastante por aqui e dentre as varias coisas ainda em processo de conhecimento uma delas eu creio que já posso falar, que são o...