quinta-feira, julho 28, 2016

Viagem a Europa 2016


Um resumo da nossa viagem a Europa

Período :  16 de abril a 17 de maio de 2016
A programação inicial eram de 9 países, mas só visitamos 6 (Ficaram fora a Itália, Áustria e Bélgica)
Saída do Rio

01 - França (17 a 18/04 - 26 a 30/04 - 7 dias)

Só fomos em Paris, encontramos com Diego que foi pegar a gente no aeroporto.
Onde ficamos : Com Deise no apartamento dela no Bairro Quartier Latin e no apartamento de Diego.
De Paris fomos a Portugal e Espanha e retornamos para pegar a bagagem de Diego e ir para a Alemanha.
Como sempre ainda ficaram alguns locais em Paris e imediações que não tivemos tempo de visitar como Versailles. Vou ter que voltar a terceira vez.
Desta vez fui ao Louvre com mainha, vimos a Monalisa, Afrodite, achamos até uma estátua parecida com Charles.
Fomos a Notre Dame (mainha achou muito pequena), Torre Eiffel (subimos e sentimos um frio de matar), Pantheon, Champs-Élysées, entre outros pontos turísticos. Fizemos um passeio no ônibus de turismo, foi muito bom para termos uma idéia de Paris (já tinha feito quando fui a primeira vez).
Conceição fez um Raclette no jantar, muito bom, adoramos.
Saímos com a bagagem de Diego, violão, skate, ukululê, e as malas, pegamos uma van pelo Uber e fomos de trem para a Alemanha.

Não é que tio Charles
 estava no Louvre?
No trem saindo do
Aeroporto de Paris
Jantar na casa de Conceição e Vlabi
No apartamento de Diego.




02 - Portugal (19 a 20/04 - 2 dias)

Fomos em Lisboa, Cascais, Sintra e Cabo da Roca.
Como Deise resolveu ir com a gente, alugamos um apartamento na Rua dos Sapateiros, a Casinha dos Sapateiros, no Baixo Chiado, bem no centro, para 4 pessoas. Recomendo, era a primeira locação.
Gostamos muito, um alívio estar em um local que fala a nossa língua, com pessoas muito simpáticas, fomos muito bem recebidos. Nos sentimos em casa.
Só passamos dois dias, no primeiro dia, fomos no Castelo de São Jorge, Catedral da Sé, no Mercado da Ribeira e de noite fomos ao fado na Tasca do Chico.
No segundo dia pegamos um guia e fomos nas cidades de Sintra, Cabo da Roca e Cascais, ele nos pegou na Casinha dos Sapateiros de manhã, às 10 horas, e ficamos na estação de trem para Madri às 20 horas. Antes Deise ficou no apartamento.
O que achei engraçado foi em uma praia que paramos antes de Cascais, fomos ver a temperatura da água e veio uma onda mais forte e nos molhou, resultado, meu tênis encheu de areia e troquei por um sapato e Deise teve que tirar todas as meias calças.



Onde ficamos na
Rua dos Sapateiros
No Castelo de São Jorge
Café da manhã delicioso



03 - Espanha (22 a 25/04 - 4 dias)

Encontrei com minha amiga Rosana e ficamos no apartamento dela em Villaviciosa de Odón, perto de Madri. No último dia ficamos em um hotel perto do aeroporto.
Fomos visitar Toledo, uma cidade medieval que gostei muito, parece que a gente estava em um filme.
Muita comida e muita fartura, você pede uma cerveja e lá vem um taco de cortesia. Tem primeiro prato, segundo prato e sobremesa. E a entrada também. Come-se muito na Espanha e a comida é gostosa.
Madri é uma cidade noturna, acordam e dormem tarde. Como fomos na primavera os dias são muito longos, escurece às 21 horas.
Com minha amiga como guia, conhecemos Madri, dos Museu Rainha Sophia aos mercados dos palácios aos parques.
Villaviciosa de Odón
Local que era uma tabacaria
 em Madrid, transformado
 em centro de arte

Eu e mainha em Toledo
Mainha com minha amiga Rosana


04 - Alemanha (01/05 - 04 a 13/05 - 11 dias)

Ficamos mais tempo na Alemanha em função de ser a casa de minha prima Celinha em Windah e fizemos muitos passeios.
Ela, Felix e Klaus nos presentearam um final de semana com direito a uma van e rodamos por quase toda a Bavária, conhecemos castelos medievais, igreja, ilha das flores, etc. Não é todo mundo que tem este previlégio, com direito também a um picnic. Adorei as cidades, dormimos em Ochsenfurt, muito linda. Rothenburg é muito linda também, uma cidade medieval. Gostei também de conhecer Ulm, cidade que Eistein nasceu e que tem a igreja mais alta do mundo.
Já conhecia Munique, muito agradável, paramos para comer um joelho de porco e tomar uma cerveja, claro. E também em outro dia comemos mais um joelho de porco em Heiligen Berg.
Fora isto ainda teve almoços em Hohempeissenberg e Galterdorf, Castelo do Rei Ludovico, o lago em Sterger.
E minha promessa de só voltar na Alemanha quando aprender a falar Alemão...kkkkkkk
E minha promessa de ir de Windach para Heiligen Berg andando se Diego se tornar diplomata (vir nadando pelo Lago Ammersee foi brincadeira).
Depois de sair de Windach, fomos para Hamburgo pois Diego foi encontrar os colegas. Fizemos um passeio de barco em que o guia só falava alemão, não entendemos nadica de nada.

A viagem a partir de Windach até Amsterdã foi de trem. Saímos carregando uma bagagem imensa, quase morri de tanto carregar mala. Quando chegamos em Hamburgo, o skate de Diego que estava preso a sua mochila com o computador caiu debaixo do trem que estava parado ainda, ele pulou e conseguiu pegar, quase morri de susto.
Da próxima vez temos que repensar para não carregar tanta coisa.


Mainha em Windach

Dia das mães em Würzburg
Aniversário de mainha - Celinha
 fez café da manhã, almoçamos
fora e ainda teve os parabéns de noite
com direito a bolo.

Tomando um sorvete na cidade
 que Klaus nasceu - Landsberg
Ilha das Flores
Lago perto de Windach
Adorei esta foto
Uma noite musical maravilhosa
 com Diego e Klaus


Passeio da Van - 7 e 8 de maio


05 - República Tcheca (02 a 03/05 - 02 dias)

A famosa Praga, gostamos muito, e mais ainda que é uma das cidades mais baratas da Europa. Mainha se empolgou, realizou o sonho de conhecer a terra de Kafka.
Como companheira de viagem estava Celinha, que embora já conhecesse nos deu o prazer da sua companhia.
Ficamos em um hotel no centro, baratinho e bonzinho. O café da manhã era um almoço.

Passeio de barco
Uma amostra de Praga


06 - Holanda (14 a 16/05 - 02 dias)

Só fomos em Amsterdã, ficamos em uma apartamento alugado pelo AIRBNB, muito lindo, era térreo e tinha até churrasqueira na área externa.
Mas só foram 2 dias, deu tempo ver a rua da Luz Vermelha, ir na Casa de Anne Frank, o Museu Van Gogh e conhecer um pouco a noite.
Lá encontramos com uma amiga minha, Juliana e o marido.
E nossa companheira de viagem, Deise, estava lá com a gente.


Minha amiga Juliana com o marido Marcos.
Em um restaurante italiano
Dona Norma fazendo pose

Só volto à Europa no verão. Passamos alguns dias com o clima bom, mas a maioria dos dias ainda estava muito frio, mesmo sendo na Primavera.

Só tenho que agradecer as pessoas que nos acolheram nesta viagem, acho que todo mundo sabe que só gosto de viajar para encontrar pessoas conhecidas, parentes e amigos. E com certeza é a melhor forma de conhecer as cidades.


Curiosidades Gerais:

* O euro estava cotado na época em torno de R$ 4,00 (quatro reais)
* A coroa tcheca R$ 0,16 (dezesseis centavos)
* A passagem ida e volta Rio/Paris foi R$ 2.000,00 por pessoa
* Gastamos em torno de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por pessoa em 30 dias
* Rodamos 6.165 km durante o mês, sem contar as viagens internas da Alemanha.
* A média diária de alimentação, translado (uber, ônibus e metrô) e atrações por dia/pessoa foi menos de $ 60,00 (sessenta euros)
* De transporte interno de trem e avião gastamos em torno de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) por pessoa
* O que mais economizamos foi a hospedagem que deu em torno de R$ 1.300,00 (mil e trezentos reais) por pessoa

2 comentários:

Bel B disse...

Anete, eu ao contrario de você, não volto a Europa no verão... Só fui uma vez no verão e não gostei, as outras vezes sempre outono ou inverno, muito mais agradável...

Nesta onda que Madri é uma cidade noturna, quase ficamos sem jantar uma vez pois quando saímos depois de 9h da noite já estava quase tudo fechado. Era inverno.
Você deixou vários motivos para voltar... assim que é bom.

Norma Viana disse...

Eu sempre afirmei que não faria uma viagem ao exterior, sendo brasileira, nordestina, sem conhecer outro idioma, me sentiria deslocada neste novo velho mundo. Mas, com Diego lá podendo nos acompanhar neste itinerário e pela insistência de Anete resolvi enfrentar esta batalha.
Passamos um mês visitando muitos lugares lindos, andamos muito, vimos um pouco de cada país que visitamos, dou agradável apesar do cansaço pois estou vivendo minha "melhor idade" (74 anos). Vixe !!!
Agradeço a Anete que foi uma companheira constante e a Diego pela paciência de acompanhar me em todos os momentos, um intérprete nota 10. A todos que encontrei obrigada, foram maravilhosos, atenciosos, especialmente Celinha, Klaus, Felix, Rosana, Deise,Conceição e Vlabi. Vocês são especiais. Beijos. Norma