quarta-feira, junho 05, 2013

ANTEPASTO DE BERINJELA

Com tantos bons cozinheiros na família fico até meio intimidada em postar uma receita, mas vamos lá...

Mesmo sendo filha de Célia, neta de Amélia (escreveu um livro sobre culinária) e sobrinha de Fernando, Zeca, Noelia e Norma, infelizmente nenhuma dessas características parentescas me trouxeram o “dom” da culinária. Não sou uma péssima cozinheira, mas não das melhores. Detesto cozinhar por obrigação. Faço alguma coisa quando dá vontade e, às vezes, em etapas. Na verdade minha vida na cozinha é uma caixinha de surpresas. Eu me recuso a utilizar bacon, creme de leite, carne gordurosa ou algo que não se encaixe como light ou desnatado (meu namorado diz que por esse motivo nem tudo sai bom). Com a variedade e disponibilidade de comidas “modernas” no mercado é difícil caber no mesmo tamanho de calça por muito tempo. Como quero caber no meu número 38 até os últimos dias, prefiro arriscar ser uma caixinha de surpresas na cozinha a me deixar levar pela tentação gastronômica, basta o chocolate para atormentar minha vida.
Fui à casa de uns amigos e comi algo divino. Perguntei o que era. Pesquisei na internet a receita e com algumas mudanças (estão de vermelho) baseadas no meu gosto, fiz e ficou muito bom. Além de gostoso é fácil de fazer e dura uns bons dias na geladeira. Congelei um pouco, mas como só vou descongelar semana que vem não posso garantir que o sabor ficou o mesmo. Se alguém fizer e não gostar, garanto que não tem Bom Gosto ; )
 
Ingredientes:
  • 3 berinjelas grandes cortadas em tirinhas
  • 1 pimentão verde cortado em tirinhas
  • 1 pimentão amarelo cortado em tirinhas
  • 1 pimentão vermelho cortado em tirinhas
  • 2 cebolas grandes cortada em tirinhas
  • 250 ml de azeite
  • 1 xícara de vinagre de vinho tinto SUBISTITUI POR ½ XIC. DE VINHO TINTO
  • Orégano a gosto
  • 1 vidro pequeno de azeitonas sem caroço COLOQUEI ½ DE AZEITONA VERDES E ½ DE PRETAS
  • Sal a gosto
  • ½ xic. de uva passas (não vou colocar mais, fica meio doce)
  • 1 cabeca de alho descascada
  • ¼ xic. Castanha de caju em pedaços (pode ser do pará em pedaços maiores, mas não tinha em casa)
Modo de Preparo
  1. Corte as berinjelas, os pimentões e as cebolas e arrume em camadas a berinjela, o pimentão e por cima a cebola na assadeira;
  2. Coloque por cima o azeite, o vinho, o sal, o orégano cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido bem quente (mais ou menos 150º graus) por 15 minutos;
  3. Tire do forno, acrescente as azeitonas fatiadas e o resto dos ingredientes dê uma ligeira misturada e leve novamente ao forno (continua com o papel alumínio) até que a berinjela seque e fique escura (mais ou menos 1 hora e meia) – a cada 30 minutos misturava as coisas na assadeira, demorou 1 hora para assar e a berinjela ficou em pedacinhos;
  4. Tire do forno, espere esfriar e leve à geladeira;
  5. Se puder esperar que fique marinando 2 ou 3 dias na geladeira, fica bem mais gostoso;
  6. Sirva com pão italiano, com carnes.

2 comentários:

Bel B disse...

Em um aniversário de Maria Julia foi servida uma Beringela deste tipo que fez bastante sucesso, Janete postou a receita aqui no blog. Seguindo pelo marcador Receitas chega-se facilmente a referida receita. Fiz uma vez e adoro, mas praticamente só eu gosto de beringela por aqui.

Mariana, e suas receitas sem creme de leite? E sobremesas sem leite condensado e creme de leite prestam?... rsrs

Anônimo disse...

Oi mariana, também adoro esta receita, chama-se Caponatta, (italiana), só que em vez de assar eu faço com uma leve fervura de 10 a 15m.Esta semana eu fiz, só não coloquei a castanha.Se tiver interesse eu mando a minha receita.Vane