segunda-feira, agosto 13, 2012

Passagem rápida em Salvador....

Cheguei no sábado em Salvador, fui direto para a casa de tia Noe, que estava pensando que eu iria chegar na sexta.
De tarde fui com Ivana para uma reunião da nossa turma de faculdade, só para lembrar agora dia 16 de agosto vamos fazer 26 anos de formadas, a base de pizza e vinho ficamos das 14 às 21 horas. Ivana levou uma pedra de assar pizza e uma massa de pizza italiana (existe uma lei salvaguardando a pizza tradicional Italiana) que tia Noe fez, realmente é uma massa maravilhosa e recebeu muitos elegios.

Esta receita achei na internet. Lila, se tiver tempo coloque a sua receita para a gente ver a diferença.
  • 800g de farinha de trigo;
  • 40g de fermento biológico fresco;
  • 15g de sal;
  • 320g de água.

Modo de preparo

Na caçamba da AMASSADEIRA , despejamos 600g de farinha e colocamos a máquina em funcionamento.
Em seguida, adicionamos o fermento, o sal e a água, suficientes para que se faça uma massa homogênea.
Deixamos descansar por uma hora e, em seguida, colocamos o restante dos ingredientes.
Recolocamos a máquina em movimento e deixamos amassar até ficar bem lisa e dividimos em seis pedaços iguais.
Deixamos descansar até que dobre o volume.
Abrimos em forma de discos iguais na espessura de 3 a 4 mm. Colocamos a massa em fôrmas próprias, com a cobertura desejada e assamos no forno, a uma temperatura de 200ºC de 3 a 5 minutos.

Informações adicionais

Peso total da receita: 1.175 Kg

 Curiosidades sobre a pizza
Embora a pizza seja tipicamente italiana, os egípcios, babilônios e hebreus já misturavam trigo e a água para assar em fornos rústicos há mais de 5.000 anos. A massa, que tinha o nome de "piscea", era bastante parecida com os pães árabes atuais. Na Itália a pizza era um alimento de pessoas humildes do sul. Foi em Nápoles, considerada o berço da pizza, que surgiu o termo "picea" por volta do ano 1.000, que era um disco de massa assada com ingredientes por cima. Até então a pizza era dobrada ao meio, como um sanduíche ou um calzone. Os italianos foram os que acrescentaram o tomate, descoberto na América, à pizza.

Bem, chega de pizza, deixa ela agora para a CPI do mensalão.

Bem, depois de certa idade, festa em um dia, no outro descanso. No domingo fiquei na casa de tia Noe fazendo o almoço do dia dos pais. Estavam presentes, tia Noe, eu, Ivana, Lilian, Janete, Robinho, Luciano, Malú, Mateus, Vanessa, Gabi e Andressa. Uma galinha cozida, costela de porco com barbecue, uma frigideira maravilhosa de bacalhau, coco e repolho, o regime foi por água abaixo.
Só consegui sair de noite que fui visitar Célia (que trabalhou comigo) e minha amiga Heloisa. Realmente um final de semana é muito pouco.

Vou passar aí em Salvador dia 17 de agosto (sexta) e no sábado irei para Conquista visitar o pessoal, volto de novo para Salvador no domingo e na segunda estarei aqui no Rio de novo.

Até breve....

3 comentários:

Bel B disse...

Minha receita de pizza é mais simples... pega o telefone e liga para a pizzaria...

Fernando disse...

Fiz uma pesquisa sobre unidades, pergunta aos entendidos ... Água é peso ou volume?...

Anete disse...

Boa pergunta Fernando, geralmente a água nas receitas são em volume. O traço do concreto também em volume. E para a pizza? Geralmente em volume, só esta receita que achei está em peso.