sexta-feira, agosto 15, 2014

Praça Santo Antonio, n º 29

Praça Santo Antonio, n º 29 – Vitória da Conquista
Este era o meu endereço de infância até os 16 anos.

Foto 1
 Na foto 1, a casa original, em que vemos da esquerda para direita: Isabel e René em cima do muro. Iris, não sei quem é a próxima, Eleusa segurando a bicicleta, Marlene(irmã de Gilberto), Noemi e Ivonito. Na bicicleta Irlan. Deduzindo que Irlan tivesse 2 anos, esta foto seria então de 1959.
 
Foto 2
Na foto 2 vemos a casa em reforma. Nota-se que o muro do jardim ainda é o mesmo. Na frente estão Isabel, Célia e Vaneide. A pequena não me lembro quem é.  Imagino que esta foto deve ser de 1964/65.

Foto 3

Foto 4


















Foto 5 


As fotos 3 (Bete, Célia e Isabel) e 4 (Isabel) que são de 1967, observamos parte da casa pós reforma, a mureta do jardim já é outra. Comparando com a foto anterior, mesmo as meninas sentadas, percebe-se que as saias encurtaram... A Foto 5 (Iris e Eliezer), encontrei no álbum de tia Nicácia, depois que fiz este post, mostra bem a casa depois da reforma. A árvore da foto 2 desapareceu...


Foto 6





E agora a foto 6, Alan e Irlan. Ano provável 1967 - que evolução! foto colorida. (atualização em 30/08/14)
Foto 7
Foto 7 – do Google View – a casa atualmente... 57 anos depois....

Na pesquisa no Google não encontrei Praça Santo Antônio, parece que nem o nome permanece. Só encontrei Av São Geraldo e assim localizei a praça...

“ A mesma praça, o mesmo banco, as mesmas flores, o mesmo jardim, tudo é igual...”  só na música dos anos 60... Quem lembra?


Já não tem jardim, nem mureta, nem varanda...  substituídos por automóveis (evolução) e grades (???)....


9 comentários:

Mariana disse...

Vocês eram lindas.... "o tempo é o maior criador de monstros". Palavras de Fernando. .. meu dia está chegando :(

Fernando disse...

A foto de no. 4 eu sou o fotógrafo,foi o inicio de um história.

Bete disse...

Bons tempos!

Bel B disse...

Mariana, não sei se você elogiou ou arrasou com a gente!... rsrs

eleusa disse...

Bel, vc foi longe. Aquela bicicleta era novinha, não esqueço (aro 26). Já não me lembrava mais das reformas da sua casa, afinal o tempo é cruel, nos faz esquecer de muita coisa boa.

Anete disse...

A culpa é da gravidade, mas o que vale é o momento em que vivemos.

E temos que viver cada momento intensamente pois cada fase da vida tem seu brilho.

Hoje tem horas que sinto,apesar da ação da gravidade e da falta de hormônios, que estou adolescendo, recomeçando.

Mariana disse...

Anete, você é ótima!

Bel, estou na dúvida. ... mas ainda bem que o tempo passa para todos! :(

Anônimo disse...

Pôxa!

Isabel e René continuam em "cima do muro", quero dizer, calmos, tranquilos e serenos.

Bel B disse...

Em cima do muro não! Vou votar em Aécio!...