quinta-feira, março 27, 2014

Lei nº 12.527/2011 Lei de Acesso à Informação.

Fernando,
continuando o assunto anterior, muito me desagrada, que você, mentor, fundador, mecenas deste meio de informação familiar, possa ser tachado como "pessoa não confiável" na circulação de informações. Quem são essas pessoas para lhe impingir tal epíteto no âmbito da fofocagem? Serão as "anãs da fofoca"? Pessoas que fofocam à socapa, à sorrelfa, furtivamente? Não, não aceito esse tipo de veiculação de informação. Elas tem que ser disseminadas livremente sem conchavos, sem censura.

O primeiro a se manifestar a seu favor, na notícia anterior, inclusive se colocando como testemunha, foi o Igor, morador, como sabemos, de um país de primeiro mundo, onde qualquer censura à manifestação de idéias, informação, é impensável, mostrando, portanto, a postura dele em defesa da liberdade de informação. É disso que precisamos.  Lembre-se:

"Primeiro levaram os calados, mas como eu não sou calado não me importei.
Depois levaram os que diziam mentira, mas como não sou mentiroso também não me importei.
Agora levam a mim..."   (Brecha, o fofoqueiro)

FOFOQUEIRO DE TODO O MUNDO, UNÍ-VOS!  ABAIXO A CENSURA!

6 comentários:

Fernando disse...

Não vou citar nome .............a responsável de tudo é minha mulher.

Fernando

Bel B disse...

"Ó Senhor, tu sabes melhor do que eu que estou envelhecendo a cada dia. Sendo assim, Senhor, livra-me da tolice de achar que devo dizer algo, em toda e qualquer ocasião.
Livra-me, também, Senhor, deste desejo enorme que tenho de querer pôr em ordem a vida dos outros."....

Bete disse...

Amém!

Fernando disse...

ISSO VAI DAR MERDA.........vou ficar calado

Fernando

Igor Matos disse...

Eu estou sendo coajido. Não vou mais testemunhar.

Igor

Alvaro Risso disse...

Igor, coagir testemunhas tanto aqui quanto aí, é crime. kkkk