quinta-feira, março 20, 2014

Caso grave de discriminação na família.

Fernando,
fiquei horrorizado com a discriminação sofrida por você, num evento recente na família. Eu como advogado intermitente, coloco-me à sua inteira disposição, para darmos entrada de uma denúncia-crime, junto à
Corregedoria da Ordem dos Fofoqueiros da Família, pelo recente constrangimento moral de que foi vítima. Acredito que seremos vitoriosos nessa demanda, pois é inadmissível, que a você seja negado o acesso a informações, boatos e fofocas, com a alegação de que você "não é confiável".
Acredito ademais, que, no mínimo, conseguiremos uma "advertência" aos atores de tal ato deplorável, quiçá a expulsão de todos dessa nossa tão prestigiada "Ordem".

Conte comigo sempre!

8 comentários:

Igor Matos disse...

Posso testemunhar no caso.

eleusa disse...

Não é atoa que Carmélia o apelidou de "Repórter Esso".

Fernando disse...

Aos meus correligionários,
tem um ditado antigo que diz..."diga-me com quem anda que te direis quem és" .. Hoje chego a uma pequena conclusão que vou me afastar desta Ordem, que está me boicotando. Vou criar uma nova ordem com pessoas confiáveis que tenha uma bagagem de informação alheia, sem preconceitos. Quem quiser se inscrever pode se candidatar para uma avaliação.
Estas que me boicotaram NEM TENTEM... e ficarão sem receber minhas informações privilegiadas...

Sergio disse...

Qual é a fofoca ?conte logo estou curioso

Bel B disse...

"Só sei que nada sei" (Sócrates ou Luís Inácio?)

Fernando disse...

Eu sei de tudo é só apertar que eu falo.

Fernando

Anônimo disse...

Ih!, para tanto segredo, será que "bichou"?

Melina disse...

Fofoca nesta família??? Desde quando? Acho que é intriga da oposição.
Mas tio, ser assim excluído, leva a repensar todo o conceito de fofoca...