quinta-feira, fevereiro 06, 2014

Um assunto muito sério...



Quem nunca passou por uma dor de barriga num lugar inconveniente que atire a primeira pedra. Alex que o diga, uma vez estando num ônibus pela Pituba, teve que sair correndo e atender sua necessidade na praia, atrás do antigo Clube Português. E tantos “causos” semelhantes há por aí.

Pois bem, Igor, lá pelos States fez uma classificação dos tipos de cagadas, então pedi uma cópia a qual transcrevo aqui, com devida autorização:

Vamos começar pelos extremos:

Cagada nota zero - Banheiro químico, ninguém merece.Se a zorra do banheiro estiver no sol, vc vai morrer asfixiado. 

Cagada nota 1 - Avião, ônibus,trem dentre outros meios de transporte. Afinal ninguém quer cagar balaçando.

Cagada nota 2 - Banheiros públicos em geral, bar, mercado, posto de gasolina e afins. Geralmente sujos e com muita movimentação de gente.

Cagada nota 3 - Geralmente ocorre quando você esta visitando a casa de alguém.
 Situação desagradável.

Cagada nota 4 - Em casa, mas na correria, sem Ipad, sem possibilidade de banho depois pois tem compromisso. Cagada não planejada.

Cagada nota 5 - Em casa com tempo, Ipad e banho depois.

Cagada nota 1000  - Dor de barriga violenta e você acha um banheiro, que alívio. (Mastercard – não tem preço)

Divulguei para os amigos e recebi este complemento enviado por Cristiano:
Vou fazer acréscimos tanto acima quanto abaixo da escala..
Acima da nota 5:

Cagada nota 6: Em hotel 5 estrelas, volume padrão, sem pressa e sem pena de gastar água ou de entupir o vaso.
Cagada nota 7: No mesmo hotel, uma cagada daquelas de fazer o sistema de esgoto entupir, vc faz o check-out logo depois.
Cagada nota 8: Ainda no mesmo hotel, depois do check-out descobre que não precisará nunca mais voltar aquele hotel.
Cagada nota 9: A cagada nota 5 sem ninguém em casa.

Cagada nota 10: A cagada nota 9, com alto volume fora do padrão (sistema digestivo ok), onde desceu tudo sem problemas - tubulação ok, no final vc grita, “eu boto pra f...!”

    Abaixo de zero:
 
Para quem não sabe como é no mato...
Cagada -1: No mato, sem ninguém por perto, em plantação de eucalipto (não tem folhas..).
Cagada -2: No mato, sem ninguém por perto, próximo a folhas saudáveis a epiderme local..
Cagada -3: No mato, com possibilidade de esconder-se, mas com alguém vendo.. (se esquece até de limpar).
Cagada -4: No mato, sem possibilidade de esconder-se.. (vc não deixa sair todo o volume veste a roupa logo depois).

Eis ai pessoal. Façam suas considerações e complementos.

3 comentários:

Anete disse...

Serginho tem uma história. Ele voltando de Cruz das Almas de onibus para Conquista. Deu vontade, ele pediu para parar e o motorista deixou ele no mato e foi embora, disse que não podia esperar.

Anete disse...

Uma vez voltando de Porto Seguro para Salvador, de Ônibus, Diego teve uma que acho que foi virose, o onibus teve que parar para pegar roupa para ele. Sufoco.

Bel B disse...

Edinho quando estava aqui no ano passado viajou para Itaquara de ônibus, e no percurso se sentiu apertado mas preferiu não ir. De Jaguaquara para a fazenda, de carro, não deu para aguentar e foi no mato a noite. Saiu de Nota 2 para Negativa...