quarta-feira, dezembro 04, 2013

A Heranca de Auguste Comte

Estou lendo 1889, o terceiro livro de Laurentino Gomes que Bel recomendou recentemente. Eu ja tinha lido os 2 anteriores (1808 e 1822) e gostei muito. Ainda nao terminei, mas ja aprendi muito que quero compartilhar com a familia no Caravana.

Laurentino descreve bem o que aconteceu na proclamacao da republica. Deodoro da Fonseca foi so uma figura de proa, os estudantes e professores da escola militar da Praia Vermelha foram os lideres da mudanca.

Os estudantes e professores deste grupo eram seguidores de Auguste Comte. Comte foi um sociologo e filosofo frances da segunda metade do seculo 19. Naquela epoca a Franca passava por serios problemas porque removeu a monarquia mas nao conseguiu criar um sistema politico estavel. A bagunga continuou ate 1870 com a comuna de Paris que criou um sistema politico estavel. Portanto Comte so viu os mal resultados da remocao da monarquia, pois morreu antes disto.. Por isso ele criou sua teoria que a civilizacao passa por 3 fases. Na fase 1 acreditamos em algo superior como igreja e monarcas enviados pleos ceus. Na fase 2 o povo se rebela, mas nao consegue organizar a sociedade. Finalmente na fase 3 a razao vence, os intelectuais usam a ciencia para "orientar" a sociedade e ai tudo funciona.

Na verdade Comte estava pregando a "ditadura dos intelectuais". Suas teorias estiveram em voga na Franca durante sua vida, mas depois caiu de moda. Porem no Brasil, as teorias dele foi chuva em terra fertil, rendeu. O Brasil, naquela epoca e ate agora, e uma sociedade elitista intelectual, criados em berco de ouro dependendo de escravos e empregados baratos. Portanto as teorias dele foram adotadas em forca, para justificar a elite.

Quero dizer que estou falando com conhecimento, pois a carapuca me cabe!! Quando fui criado em Conquista, faziamos parte de uma "elite intelectual" que passava horas discutindo grandes filosofias. Eu li Marx aos 11 anos. Assim que eu li sobre Comte, compreendi que eu fui criado como parte desta "escola". E interessante que grande parte da nossa procura do saber era resultado de querer fazer parte de uma elite "especial".

Por outro lado isto ainda existe. Conheco muitas pessoas que se consideram superiores por terem cultura. Na realidade a superioridade vem da ideia de que vao ditar o comportamento da sociedade.

Faco agora a pergunta, sera que combatem Lula e PT tanto porque nao sao parte da elite?

Lula (dasequacao)

5 comentários:

Anônimo disse...

O positivismo estava (ou está) tão arraigado na nossa sociedade que o seu lema: "Ordem e progresso" foi escrito na nossa bandeira. Karla

Anônimo disse...

Karla,

Obrigado por comentar, e bom saber que tem alguem lendo. Eu li sobre o positivismo tambem, voce sabe que na wikipedia tem um retrato de uma igreja da religiao positivista em Porto Alegre?

Lula (dasequacao)

CB disse...

Lulão,

“Faco agora a pergunta, sera que combatem Lula e PT tanto porque não são parte da elite?”

Você deu a entender que a elite intelectual está com o poder, apoiando o PT, e quem critica não é elite. Ok, vamos por partes.

Primeira coisa que me soa estranho é, se estamos falando de elite intelectual porque esta elite não pode criticar? Que tipo de intelectual é esse que não deve (ou não pode?) expor suas ideias?. Que tipo de intelectual é esse que precisa ser passivo? ou será que para fazer parte do time e para não perder a razção ele precisa se recolher?

Segunda coisa que também percebi na sua pergunta é que, combater Lula e o PT é tomado como ato não-elite? estamos falando de um tipo de intelectual que não pode criticar e se criticar é tido como não-elite?, ou seja, deixa de também ser intelectual? Que tipo de intelectual estamos falando? É possível (ou é preciso porque?) deixar de ser intelectual com o exercício da crítica? Porque você tomou a crítica como ato não elitista? Se estamos falando de uma elite financeira ou de poder, sim, mas você citou elite intelectual, a que pensa nos outros-também, pelo menos esse é o parâmetro mais razoável.

Ficar em silêncio sem reclamar é um ato de intelectualidade..., para mim é um ato puramente elitista não intelectual, mas que tem todo cabimento a depender de que elite referimos.


Como seria então a elite intelectual que não combate o PT? As características que você fez suscitar me parecem fazer parte do comportamento da elite financeira, da elite de poder, não de uma elite intelectual.

Não estou dizendo que no poder não existam intelectuais, acredito que existam muitos, tais como o Heidegger que era filiado ao partido nazista, um filosofo professor universitário membro da SS, a elite intelectual que ajudava a vender uma ideia que trazia uma monstruosidade por trás. Somente se desfiliou depois de ver o monstro que havia ajudado a criar, ou seja, a voz da “elite” que apoia o sistema só favorece ao sistema, principalmente quando falamos de governo.

De que intelectual estamos falando?

Quais as vantagens de se fazer parte da elite?

Sobre Augusto Comte, para você nós saímos do estágio 1?

Luladasequacao disse...

Cristiano,

Sua resposta esta otima, obrigado. Em primeiro lugar peco desculpas pois a frase esta no minimo mal escrita, talvez errada. O que eu quis dizer foi:

"Faco agora a pergunta, sera que a elite combate Lula e PT tanto porque Lula e PT nao sao parte da elite?"

A mensagem chegou trocada a voce, acho que esta correcao esclarece alguns dos seus pontos.

Tambem o que quero dizer com"combatem tanto" nao e critica saudavel. Todos tem direito a esta. Eu tenho 3 amigos que "combatem" o PT de maneira emocional e irracional. Nao conseguem aceitar que o PT fez uma coisa certa. Na pior das hipoteses o PT foi eleito pelo povo nao e uma ditadura ate isto foi via corrupcao de acordo com eles. Tambem comum para os "3 amigos" e que nimguem tem uma solucao, contra PT ate morrer. E isto que chamo de "combater".

Voce menciona sobre o direito de criticar. Vivemos em uma democracia, todos tem direito de criticar. O problema e que quando a critica se torna emocional e irracional como acima ela perde a credibilidade.

Quem quer fazer parte da elite? Todos nos, a elite controla o poder e portanto o dinheiro. Comte e um mecanismo que nossa elite achou para conservar o poder, especialmente com o fim da escravatura.

Em que estagio estamos? Em primeiro lugar nao aceito os estagios de Comte, na verdade nao deu certo em lugar nemhum. Nemhum pais do mundo opera bem hoje no estagio 3 de Comte. O estagio 3 real e uma democracia saudavel como USA, Franca etc. Nos estamos no estagio 2, com elite tentando puxar de volta para 1.

Um ponto interessante disto e que nos esperamos solucao instantanea. Alguns paises como USA deram sorte e entraram no estagio 3 rapido, outros como a Franca demoram 81 anos.

Lula (dasequacao)

CB disse...

Lulão, acabei de ler sua resposta. Vou postar uma tréplica em breve. Abs e Feliz ano novo.