terça-feira, outubro 01, 2013

E por falar em Livros...

Aproveitando o post de Bel... acabei de ler um livro que não está nos “mais vendidos” nem tão pouco é conhecido ou divulgado na mídia.
 
A narrativa é muito tranquila e divertida, tive bons momentos de descontração nos dois primeiros capítulos – O Passado Distante e Amor. Já os dois capítulos seguintes me encantaram com o desenvolvimento de algumas ideias sobre os temas abordados – Casamento e Sexo, mas já no final do capítulo estava horrorizada. Por fim o ultimo capítulo – O Futuro que se Anuncia, concordei com muitas novidades, mas ao mesmo tempo estava com os cabelos em pé e descobri o quanto sou careta.
Esse livro veio parar nas minhas mãos de uma forma inesperada e me fez repensar meus conceitos e vi que não é fácil mexer com anos e anos de valores culturais, mesmo sabendo que antes de cristo muito já se falava sobre isso.
O livro faz um apanhado da história desde antes de Adão e Eva, aborda casos dos pacientes da autora e levanta questões pouco discutidas, seja por vergonha, tradição ou medo. Durante a leitura separei vários pequenos trechos, mas vi que poucos podem ser publicados aqui (não temos censura no Caravana, mas temos que respeitar para não chocar). Segue um pequeno trecho livre de censuras: “A igreja atacou o hábito do banho, considerando que qualquer coisa que tornasse o corpo mais atraente era incentivo ao pecado. Santa Paula acreditava que a pureza do corpo e das vestes significava a impureza da alma. Os piolhos eram chamados de pérolas de Deus, e estar sempre coberto por eles era marca indispensável de santidade.”
E o mais interessante foi a descoberta do Pecado. Não foi quando Eva comeu a maça, mas sim quando o homem abandonou a caça e percebeu que um carneiro conseguia emprenhar mais de 50 cabras!
Boa leitura e que comecem a colocar a Cama na Varanda, recebendo a brisa fresca dos novos tempos.
A Cama Na Varanda – Regina Navarro Lins.

6 comentários:

Bel B disse...

É literatura pornÔ???

Anônimo disse...

Depois de 50 tons de cinza a mulherada só pensa nisso.

O verdadeiro Provocador.

Mariana disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Esse não é pornÔ Bel, não tem nada a ver com 50 tons de Cinza ou similares... Se fosse pornÔ eu não publicava no Caravana!

Anônimo disse...

E viva as "santas" da família.

O clone do Provocador

Leon Risso disse...

Ela é psicanalista e escreve sempre na UOL, a Elaine adora os livros dela.

Leon Risso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.