sábado, setembro 07, 2013


Caravana Partidária

Caravana da Alegria foi criada sobre a batuta de Isabel há muito tempo como um mensageiro apropriado para uma família grande, comunicativa e presente em várias partes do planeta. Caravana da Alegria, patrocinado por Fernando Armários, era um folheto xerocado, enviado por correio, no tempo que muito dos atuais papais e mamães não passavam de crianças. Os mais velhos guardam mais deliciosas lembranças deste jornal. Quem não se lembra do machista Santo Antônio, perturbando o discurso feminista de minha mãe e os recados dos amigos secretos? Tudo era Alegria.

Por um tempo, Caravana da Alegria esteve adormecido, mas gloriosamente retornou com toda força no sistema de comunicação ágil e moderno como um blog, com ajuda dos jovens da era internética, e de Isabel, é claro. Por aqui circulam todas as notícias da família: casamentos, descasamentos (nem tantos, felizmente), nascimentos, formaturas, homenagens aos que estão por aqui e aos que partiram, e muitos outros temas. Alguns temas, que considero como temas tabus, tais como opção sexual, religiosa, entre outros, pouco são noticiados.

O Caravana da Alegria ultimamente tem se tornado muito aborrecido devido a muitas postagens de caráter político partidário. A política é importante em todos os momentos em nossa vida, mas não vejo sentido usar o Caravana da Alegria como plataforma partidária, há outros fóruns para isto.

Os seguidores do Lulismo, igual ao do Carlismo de quarenta anos atrás, justificam-se: “rouba, mas faz” ou, agora, preferivelmente, “não inventou a corrupção”. Será que se continuará com as mesmas justificativas para os próximos “ismos”? Pobre povo brasileiro!!

Minha sugestão é colocar o partidarismo político na caixa dos temas tabus e voltar ao imprescindível Caravana da Alegria.

17 comentários:

art disse...

Quem dera o problema se resumisse a um problema de partidarismo.

Bel B disse...

Eu depois de tantas decepções não me ligo mais em política como fazia antigamente, então uso o blog como diversão e não entro no debate político.

Considero este um espaço democrático para todas opiniões.
Ouvi alguém falar uma vez que o blog era "de direita", respondi que as opiniões são das pessoas que postam e que não podíamos definir uma linha política para o blog, pois no nosso grupo há pessoas de posições políticas diversas, alguns gostam de se manifestar, outros não.

Eu prefiro me divertir... Será que Obama está vigiando nosso blog?

Luladasequacao disse...

Celia, nao concordo com voce. O blog e um meio livre, voce tem a escolha de ler ou nao. Qualquer artigo voce tem o direito de concordar, discordar ou nao le.

eleusa disse...

Quando o blog está um pouco pesado com muitos comentários politicos, percebo que Bel, na sua sabedoria, já põe algo para amenizar e daí um assunto mais ameno puxa outro e assim vamos levando.
Mas, como disseram acima, é um espaço para todas opiniões e democracia é isso aí!




Anete disse...

Liberdade de expressão sempre é bom.
Ninguem é dono da verdade, até hoje nossos questionamentos são os mesmos de 50,100, xxx anos atrás, não temos, nem nunca teremos respostas para tudo, principalmente religião, política e "mulher".
Quanto a política só tenho a dizer que não gosto.
Até hoje não sabemos como criar um filho, imagine administrar uma nação.
Mesmo com políticas "certas", vemos que os EUA e a Europa estão em crise e para consertar vai ser difícil.
Apesar de sabermos que morreremos um dia, não aceitamos este fato.
Mas podemos ter fé que um dia as coisas vão melhorar para uns e piorar para outros, tem que ter um equilíbrio.
E vamos aos debates.....

Vanzão disse...

Eu concordo com Célia!!

Quando vejo um post de política prefiro não ler

Ivan

Celia disse...

O que todos achariam de um blog com mensagens frequentes do tipo magia negra, machismo, homofobia, religiosidade, vampirismo , etc.? Caravana da Alegria é um blog familiar onde, felizmente, cada um expressa sua opinião e, por este meio, vamos conhecendo as opiniões de parentes e amigos, que mudam com o passar do tempo. Respeito a opinião de todos, e confesso que sou radicalmente democrática: defendo sistematicamente o direito de cada um expressar sua opinião no espaço social. No entanto, e como praticante da democracia em expressar minha opinião, reforço que considero aborrecido quando um ou outro persiste em divulgar suas crenças, especificamente político-partidárias em situações inadequadas. Não acredito que um post em Caravana da Alegria pode converter um leitor a se tornar gay, evangélico, assassino, etc. Por isso, sem querer ferir os brios de ninguém (peço desculpas se alguém foi ofendido), mantenho minha sugestão de que se busquem as plataformas adequadas para expor suas crenças.

Luladasequacao disse...

Eu discordo de toda as linhas de abuso e facismo. Se vai ficar vociferando que quem defende o PT e pombo e caga no tabuleiro nao me mete medo. Eu sou pequeno mas nao sou pedaco, eu grito de volta pois tenho o direito de ser a favor do PT.

Este facismo de limitar o que esta no blog e tambem algo que vou morrer lutando contra. Eu ja li dezenas de artigos defendendo "O direito da mulher" que eu nao concordava mas sempre respondi de maneira civilizada, alem de Ayn Rand e outras figuras que eu nao concordo.

O fato que voce nao concorda e nao quer ou nao sabe responder, nao lhe dar direto de limitar a liberdade dos outros. Quem quiser escrever sobre magia negra, espiritismo ou religiao batista mande brasa que eu prometo tentar responder.

Se voces querem acabar a democracia repetindo argumentos compridos, nao vai colar! Eu vou continuar escrevendo o que eu acho ate cortarem meu acesso ao blog.

Anônimo disse...

Parem de brigar meninos

Bel B disse...

Quando li "Parem de brigar meninos", acho que ouvi a voz de tia Amelinha. Será que estou "medium",?

Iuri disse...

Eu não considero esse blog democrático já a algum tempo. Eu queria ver posts e fotos das panicats ou bailarinas do Faustão, mas ninguém fala sobre esse assunto. Por acaso esse tema é proibido??
Iuri

Igor Matos disse...

Não vejo o post de Célia com a intenção de ferir o direito democrático de ninguém. Não acho que o Caravana seja o melhor meio de comunicação para a política, e só porque o mesmo é livre não significa que se deve escrever o que quer. Até pode, mas não deve, pois a platéia as vezes não é a mais apropriada. A vida já anda tão carregada que acho que este espaço deve ser utilizado para falarmos das coisas boas que nos mantém de alguma forma relacionados/conectados e que refletem nossa identidade como família. Na minha opnião os posts políticos são válidos e legitímos mas, os leitores do blog, no seu direito também democrático estão simplesmente retornando para dizer que os posts não agradam. Sem mais. Igão

Fernando disse...

Acho que levar Tom ao BREGA é mais importante que porra de PÊTÊ.gostaram do porra?..........

Anônimo coisa de discarado

Fernando

Fernando disse...

Lula não é pedaço .....não é pedaço....não é pedaço ....

Êle é total..........

Anônimo

Fernando disse...

Gostou do anônimo

Anônimo

CB disse...

Eu discordo de Célia, mas entendo perfeitamente sua reclamação.
Como qualquer folhetim que possui áreas especificas para assuntos temáticos, infelizmente não temos isso no blog, pois devido ao seu formato padrão qualquer assunto necessita ser a manchete principal para ser postada, talvez por isso não termos uma seção para as Panicats de Iuri ou uma seção de fofocas, que é o que o povo gosta. Acho que a turma está crescendo e a ferramenta está se tornando muito limitada para dar conta do recado e as publicações extensas são prejudicadas, pois elas mudam a paginação muito rápido e acaba não dando tempo de ler, acho que as publicações Lula e André, sem desmerecer as demais, são as postagens mais interessantes, e para mim a fofoca atrapalha, mas enfim, é o Caravana, faz parte – e eu leio também. Acho que a gente podia pensar em um projeto usando Wordpress e criar uma pequena plataforma com áreas específicas e dar liberdade aos diversos assunto, tal como um pequeno jornal ou um portal modesto. Acho até que devemos ter uma área privada, para assuntos e postagens familiares mais íntimos, pois estamos na internet e aqui é faroeste.

Bel B disse...

Lendo o comentário de CB, lembrei do discurso do mesmo, no batizado das meninas de Leo, em que ele foi um dos padrinhos...