sábado, dezembro 08, 2012

"Se eu morrer antes de você..."

Não sou uma pessoa espiritualista, minha fé não move montanhas e até hoje li poucos ou quase menhum trecho da biblía ou de qualquer outro livo "sagrado".

Recentemente morreu um jovem de 32 anos escalando aqui no Rio de Janeiro, certamente muitos já assisitram ao sensacionalismo dos jornalistas. Também sou uma futura escaladora e gosto muito desse esporte. Nào vou entrar em dados técnicos das causas do acidente, o rapaz não fez nada errado, mas se eu estivesse subindo aquela via iria ser redundante com minha segurança. Nào só porque se cair pode morrer, nada de medo quando se está numa pedra, mas afinal trabalho com "segurança do trabalho" e acabo sendo mais exigente com os critérios redundantes da segurança na vida.

Esse texto (para variar, não conhecia) de Chico Xavier foi publicado na lista de escaladores do Rio, muito bonito e vale para "Se eu morrer antes de você..."

Boa leitura.

"Se eu morrer antes de você, faça-me um favor:
Chore o quanto quiser, mas não brigue com
Deus por Ele haver me levado.

Se não quiser chorar, não chore.
Se não conseguir chorar, não se preocupe.
Se tiver vontade de rir, ria.

Se alguns amigos contarem algum fato a
meu repeito, ouça e acrescente sua versão.
Se me elogiarem demais, corrija o exagero.

Se me criticarem demais, defenda-me.
Se me quiserem fazer um santo, só porque morri,
mostre que eu tinha um pouco de santo, mas
estava longe de ser o santo que me pintam.

Se me quiserem fazer um demônio, mostre que
eu talvez tivesse um pouco de demônio, mas
que a vida inteira eu tentei ser bom e amigo.

Espero estar com Ele o suficiente para continuar
sendo útil a você, lá onde estiver.

E se tiver vontade de escrever alguma coisa
sobre mim, diga apenas uma frase:
"Foi meu amigo, acreditou em mim e me quis
mais perto de Deus!"

Aí, então derrame uma lágrima.
Eu não estarei presente para enxugá-la, mas
não faz mal. Outros amigos farão isso no meu lugar.

E, vendo-me bem substituído, irei cuidar de
minha nova tarefa no céu.
Mas, de vez em quando, dê uma espiadinha
na direção de Deus.

Você não me verá, mas eu ficaria muito feliz
vendo você olhar para Ele.
E, quando chegar a sua vez de ir para o Pai, aí,
sem nenhum véu a separar a gente,vamos viver,
em Deus, a amizade que aqui nos preparou
para Ele.
Você acredita nessas coisas?

Então ore para que nós vivamos como quem
sabe que vai morrer um dia, e que morramos
como quem soube viver direito.

Amizade só faz sentido se traz o céu para
mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo
o seu começo. Mas, se eu morrer antes de
você, acho que não vou estranhar o céu..
Ser seu amigo... já é um pedaço dele..."
(Chico Xavier)

5 comentários:

Fernando disse...

Faça seu esporte feliz.
Morte é o direito de todos logo não se comenta.

art disse...

Aliás iremos para o mesmo lugar de onde viemos, alguém se lembra onde estava antes de nascer ? Pois para esse lugar voltaremos.

Luladasequacao disse...

Agora a coisa pega!! Eu discordo completamente da linha "bleeding hearts". Ninguem tem direito de sentir pena de alguem que morreu escalando. Alguem botou um revolver na cabeca dele para escalar?

Eu senti muita pena de minha mae, Amelia, Que sofreu e morreu de ELA ( Lou Gherig's decease) por que ela nao fez nada para merecer isto.

Eu escolho de sair correndo por ai de moto, sou maior de idade, casado e responsavel. Se eu morrer de acidente de moto favor nao sentir pena.

A maioridade esta ai, todos nos temos que assumir nossos riscos aceitar o preco.

Fernando disse...

A vida é propriedade pessoal,tem gente que suicida.........deve ser um barato

Bel B disse...

Uma vez falei para uma amiga que alguém tinha morrido, ela então me perguntou: "Foi uma boa morte?"... Estranhei a pergunta, mas depois refleti sobre o assunto. Acho que foi uma boa morte para o alpinista, morreu fazendo o que gostava.