terça-feira, novembro 06, 2012

Meio - Munique

Pegando o trem para Munique
Na Alemanha não se toma uma cervejinha, toma um cervejão. Vale a pena.
Como estava muito frio, durante a viagem também tomei muito vinho.
Saímos de Windach, passamos por este castelo cujo nome não consigo me lembrar, só sei que começa com N (Neuschwanstein), depois como não poderia deixar de ser, uma cervejinha básica e este joelho de porco que é grande demais, o pior é que pedimos dois, com certeza sobrou. Ainda fomos em uma torre super alta com um elevador que subia 7 metros por segundo (nem me pergunte o nome) e por fim compramos um vinho e um salame e fomos terminar o dia na casa de uma amiga de Celinha.


Visitando o castelo do principe
Com direito ao famoso chopp....


O nome do joelho é Scheiben....
Joelho de porco com bolo de batata




Munique, centro muito bonito


7 comentários:

Bel B disse...

Quando fomos a Munique na nossa primeira viagem a Europa, no roteiro dizia que deveríamos estar em Marienplatz as 11:00h da manhã. Acho que é esta foto do centro da cidade, onde fica a prefeitura (se não estou enganada) que possue um relógio e um carrilhão que toca neste horário e aparecem uns bonecos. Havia muita gente esperando... kkk... mico de turista ....

eleusa disse...

Bel, vc tá boa de memória.

Fernando disse...

O amigo Alvaro sabe disso muito bem

Alvaro Risso disse...

Não sei se é um mico, mas que foi interessante foi. Até pq, como o Fernando comentou à época, que tal aparato era uma coisa extraordinária para a geração que o criou. Só complementando a Eleusa qto à memória, lembram-se que na rua ao lado, encontramos uma loja de artigos de aço, pinças, facas e outras bugigancas? Até há um ano atrás eu ainda possuía uma das duas pinças q comprei lá. Hoje, nenhuma. Acho q está na hora de voltarmos... kkk

Bel B disse...

Se é para voltar lá, eu topo, inclusive ir na praça as 11h....

eleusa disse...

Eu também topo. Vamos agitar?
Lembrei-me da praça, dos bonecos das 11 hs e da loja de bugigangas.
Pango vai acabar com todas as tralhas pra canhoto!!

Fernando disse...

Meu amigo Álvaro, gostei da lembrança, foi a maior diversidade de tesouras que vi na vida.
Eleusa está trocando Munique por Londres, onde encontramos a loja para canhotos.
Não podemos esquecer o "casulet" de Lac d'Anecy e a Large Bear em Avion...
Só não podemos ir ao museu do Vaticano pois Eleusa ficou com os olhos doendo de ver figurinhas...
Conte conosco.