terça-feira, agosto 28, 2012

De volta a estrada: Venezuela

Fui a Venezuela ha 2 semanas fazer uma consultoria, fazia 8 a 10 anos que nao ia la, foi uma experiencia e tanto.

Primeiro a seguranca. Da ultima vez se caminhava sem problema do aeroporto Internacional ao Nacional (ap. 500 metros) em Caracas. Ha alguns anos soube de um engenheiro brasileiro amigo meu que foi sequestrado neste caminho. Portanto agora tem uma passagem fechada entre os 2 aeroportos.

Foi a Puerto Ordaz, 45 minutos de Caracas de aviao (Por terra nao da, tem ponte quebrada e problema de seguranca). Nao tinha passagem pois é epoca de ferias e estao todos viajando. Passei o dia todo no aeroporto para conseguir um lugar as 7 da noite. Os caixas eletronicos nao aceitam cartao de credito americano, ainda bem que tirei dolar em Miami mas quase atolo.

Fui trabalhar em uma fabrica de aluminio pequena, as 2 fabricas grandes do governo que faziam 1 milhao de toneladas de aluminio por ano agora fazem 50.000 toneladas, eu visitei uma que está com tudo quebrado. Nao pode deixar o carro quebrar pois nao tem peça, um conhecido tem um carro parado ha 1 ano aguardando peças.

Porem tem contrastes. Com todos estes problemas os avioes estao lotados dentro da Venezuela e indo para fora. E nos restaurantes, todo mundo tomando Buchanan's de garrafa na mesa!! (Acho que o Buchanan's ajuda a reclamar que a economia está mal).

Porem a melhor parte foi a volta de Puerto Ordaz para Caracas. Na sexta feira comecei a procurar um lugar para terca feira. Passei uns 3 dias agoniado (Martins e americano), depois aderi ao "seja o que Deus quiser, se perder o aviao azar". Fui ao aeroporto na terca, as 3 da tarde entrei em segundo lugar na lista de espera para o voo das 6 horas. As 5:30 liberaram a lista, consegui um lugar. Entrei no aviao com assento 29F, que nao existia, a aeromoca disse que é assim mesmo. Ainda preocupado como um Martins de perder o assento a porta fechou e o aviao saiu. Ainda tinha umas 30 poltronas vagas, com gente la fora esperando na lista de espera!!!

Conclusao: O Brasil ta bem, Andre, pare de falar mal de Lula ou eu lhe mando pra Venezuela!!!

5 comentários:

Tereza disse...

kkkkk . É um caos, não é não?

Igor disse...

Viva a revolucao bolivariana. Falar nisso. Vcs já leram o livro "Guia Politicamente Incorreto da america Latina". Ajuda a explicar este caos.

CB disse...

Acho que se a gente comparar o Brasil com a Etiópia ficaremos ainda melhor na fita. O que tenho visto é que pelo volume de recursos captados e pelo resultado que vemos nas ruas, isso aqui está longe de salvação. Eu li o "Guia do politicamente incorreto da filosofia", recém lançado aqui no Rio..recomendo.

Celia disse...

Lula
A Venezuela de hoje é o Brasil de amanhã... Este país apenas chegou no caos um pouquinho antes de nós, com a diferença que eles têm toneladas de petróleo que interessa ao mercado internacional, e o que nós temos para o mercado? ilusão? axé? carnaval? Haja otimismo!

art disse...

Lula, você não entendeu, a Venezuela está no estado que o molusco queria que o Brasil estivesse. Desembarquei ontem de um navio que custa à Petrobras 60000usd/dia. Estavamos fundeados aqui fora no Rio desde terça, problemas da "anvisa".. não estamos longe da Venezuela não, é que aqui tem mais Buchanas.