segunda-feira, abril 02, 2012

Economia, a nova fronteira

No ultimo ano resolvi estudar economia. Esta muito interessante, mas ainda tem muito o que aprender, como estou me divertindo e quero dividir com voces.

A economia e um assunto muito polemico e interessante porque e novo. O primeiro livro conhecido foi em 1700 quando fisica, matematica e outras disciplinas ja estavam velhas. Outro resultado importante das mudancas do mundo e que a economia de 1700 tem muito pouco valor pois o problema nao so mudou como aumentou astronomicamente.

Os economistas classicos acreditavam em leis simples que os faziam crer que a economia achava o seu equilibrio naturalmente. Mesmo hoje, os monetaristas de Milton Friedman e companhia ainda pregam isto. Tambem estudavam um assunto por vez, e criaram leis simples que atendiam aquele assunto, sem uma visao global. Tres exemplos de leis ou regras:

1 A lei de Say: A economia alcanca um equilibrio sem desemprego, pois quando a oferta de emprego cai o salario cai abrindo mais oportunidades para trabalho.

2 - Lei da oferta e demanda: A demanda por produtos e servicos cresce para consumir a oferta.

3 - Padrao ouro: a quantidade de meio circulante de um pais esta atrelado as reservas de ouro.

E facil ver que estas regras poderiam fucionar no seculo 17, mas hoje estao sem valor.

A grande mudanca no pensamento economico veio atraves de John Maynard Keynes. Keynes criou novas leis e regras no inicio da carreira, depois escreveu "General Theory ..." que foi o inicio da macroeconomia, onde se analisa economia como um todo e nao as partes em separado. Finalmente, um pouco antes de morrer liderou a conferencia de Bretton Woods apos a segunda guerra que definiu o sistema economico internacional dos proximos 50 anos, inclusive criacao do FMI.

Estou estudando o "General Theory ..." dele, que vai requerer muita dedicacao. Mas outras coisas dele que ja compreendi ja me ajudam entender muita coisa.

O primeiro grande momento de Keynes foi em 1919. Ele abandonou a conferencia de Versailles onde se negociaram tratados do fim da Primeira Guerra mundial. Os paises aliados exigiram reparacoes enormes da Alemanha, Italia e Austria, o que segundo Keynes levaria a regimes totalitarios nestes paises. Portanto ele previu Hitler e Mussolini em 1919.

O proximo grande passo foi o conceito de demanda agregada. A saude da economia depende de uma alta demanda agregada que e a soma da demanda comum mais os bens de capital adiquiridos pelos empresarios. Ele explicou a grande depressao de 1929 nos Estados Unidos resultando dos capitalistas guardando os lucros em vez de reinvestir, diminuindo a demanda agregada.

Keynes continua sua analise em outras areas, explicando que a lei de Say nao e valida pois os salarios nao sao totalmente flexiveis como previsto nesta lei. O equilibrio da economia pode nao resultar em baixo ou nemhum desemprego.

Com todas estas coisas que Keynes fez ele tambem recomendou na decada de 1930 nos Estados Unidos que o governo deveria tomar dinheiro emprestado e fazer obras para injetar dinheiro na economia e revitalizar a economia. Por isso muita gente nos Estados Unidos ve Keynes como um vilao que prega gastos do governo.

2 comentários:

Anete disse...

Não entendo nem de economia doméstica......
Até os EUA que era uma economia segura, dançou...
Teorias à parte, só a análise do passado é real, o resto é adivinhação - assim como algumas cartomantes adivinham, acontece também com alguns economistas (embora os economistas trabalhem com dados, fómulas, etc.).

Bel B disse...

Eu, como Anete, também não curto economia! Já tentei ler um pouco do assunto mas acho muito chato!...

Cartas na mesa

Era uma vez um grupo de pessoas que continha parentes,  contra-parentes e aderentes, amigos e agregados  que gostava de jogar Buraco, um jo...