domingo, abril 15, 2012

Angélica (1936-2012)


É com tristeza que damos adeus a Maria Angélica Ferreira Barreto, esposa de Antonio Barreto, mãe de Anilza, Jussara e Saul.

Ela estava internada no Hospital Português, há uns 15 dias,  tendo sido submetida a uma cirurgia do pâncreas.

5 comentários:

Celia disse...

Anilza, Jussara e Saul
Ademário e eu ficamos muito tristes com a notícia e sentidos por não estar aí para nos confortar mutuamente neste momento. Sempre admiramos a disposição, otimismo e fé nas pessoas que Angélica tinha, e eu pessoalmente admirava a sua espetacular capacidade de transformar qualquer pedaço de tecido em um lindo modelito.
Sempre nos lembramos dela com muito amor.
Célia

Anete disse...

Grande perda, sempre sorrindo, um exemplo de vida. Vai fazer muita falta.

Naninha disse...

Sim, estamos todos saudosos.
Não há dúvida...que deixará sempre conosco a saudade e a lembrança da sua animação e sua alegria .....

Bel B disse...

Verdade Célia. Angélica me contou que uma vez foi para 2 eventos no mesmo dia, com tia Amelinha, aqui em Salvador. O segundo era um aniversário de uma sobrinha de Ademário. Ela então levou um xale e uns apetrechos que deixou no carro enquanto estavam no primeiro evento. Durante o trajeto para o aniversário ela fez a transformação no carro e quando saltou tia Amelinha perguntou: “Angélica, que hora você trocou de roupa que eu não vi?

Nil Barreto disse...

Primas
Obrigada pelo carinho.
Passamos dias de muita apreensão, mas também de muita esperança.
Eu, particularmente, não quis mais conversar com os médicos nos últimos dias, pois queria ficar bem para estar com ela.
No hospital minha mãe maquiava-se todos os dias para esperar as visitas.
Nosso conforto é que se foi sem sofrimentos.
A saudade é imensa e o amor eterno.
Lembraremos da pessoa que tinha sempre o sorriso no rosto e adorava estar no meio de gente.
E assim foi deixando sua marca ao longo de sua vida... tanto na vida pessoal quanto profissional.
Em Caatiba foi feriado na segunda-feira e agora estão fazendo um documentário sobre ela.
A missa de sétimo dia será na Paróquia Santa Rosa de Lima, às 19h, no próximo sábado.
Abraços, Nil