sábado, março 31, 2012

Noite Longa

Fernando, que é macho pra caramba,  nunca fica doente, não vai a médico e tem horror a hospital, ontem, sexta-feira, acordou não se sentindo bem e resolveu que não ia trabalhar. Passou o dia em casa, bem jururu, coordenando os colaboradores por telefone e e-mail. Ele que  supervaloriza uma boa refeição,  passou o dia todo sem comer absolutamente nada. De vez em quando queria água, mas só conseguia tomar 1 gole.

Final da tarde chega Mariana para passar o final de semana conosco e começou a fazer uma anamnese para descobrir o que ele tinha. (Mariana me diagnosticou uma esofagite há dois anos atrás, que resolveu meu problema, não precisei nem fazer endoscopia... que beleza!). Dos sintomas o que ele mais ressaltava era  um gosto horrível na boca e por isto não conseguia comer nada. Até o Google consultamos e fizemos várias elocubrações. Embora Mariana insistisse que ele estava com febre...

Ele foi dormir e ficamos na sala papeando. Em torno de 11h quando entrei no quarto pediu que eu fizesse uma massagem nas pernas pois estava sentindo dores. Eu, péssima massagista, sugeri que ele se levantasse e sentasse na cadeira para usar um massageador elétrico... De repente vejo Fernando tendo espasmos (náuseas) chamei ele não respondeu, todo suado. Eu sai desesperada gritando Mariana para me ajudar, "Fernando está tendo um treco aqui...!". Ele começou a falar ainda embolado e foi se recuperando. Então dissemos "Vamos lhe levar para o Hospital, agora.". "Não precisa, não tive nada...". A gente firme "Não vamos dormir aqui sós com você neste estado. E se der um piripaque? Como vamos carregá-lo?".

Resultado: levamos o cara para a Emergência na marra. Diagnóstico: Dengue. Alta as 3h da madruga.

No exame com a médica, insistimos na história do gosto ruim na boca e ela nem dava atenção. Depois disse que este sintoma não era significativo. De médico e louco todo mundo tem um pouco,  já tínhamos diagnosticado o cara com problemas hepáticos, gástrícos, stress e outros mais.

Noite longa. Brincadeiras a parte, o susto foi grande!...

11 comentários:

Celia disse...

Aguenta firme, tio. Depois vem a coceira nos pés e nas mãos que não deixa dormir

Luladasequacao disse...

Mandem retratos por favor, nao vou mais no Brasil, quem precisa de dengue?

art disse...

Caraca brou. que bicho te mordeu ?

Fernando disse...

Que é Dengue? Eu não acredito que Deus ou Diabo inventaram uma praga destas pois eles tem fiéis que poderiam ser contaminados. Eu um cara com 120kgs, otimista, idealista estou aqui feito uma jaca mole caída sem vontade, sem perspectiva, sem apetite. Aquele whiskinho nem pensar. Interesse em nada. É muito poder para um mosquito. Será que é do PT? É um tema para discutir para evitar uma catástrofe na humanidade.
O Pensador.

Igor disse...

Quase morro de rir com o comentário de Ferna.

Fernando disse...

Revoltado: amanhã vou trabalhar de qualquer jeito. Vou enfrentar este mosquito...

eleusa disse...

Bel, imagino o sufoco que vc passou. Ainda bem que Mariana estava aí, pelo menos pra trocar figurinhas, mesmo erradas.
Que sufoco!!!
Pango, todo mundo sabe que vc é "macho" não precisa ir trabalhar prá provar ao mundo que vc é "o cara".

Anônimo disse...

Imagino o susto que vcs passaram....repouso e melhoras pra você Fernando.
O poder do mosquito que voce citou faz-nos lembrar que "tamanho não é documento"...velho ditado.
Vane

Mariana disse...

E ai Bel? Tio Fernando foi trabalhar?? ; )
Fora o susto (juro que pensei o pior) me diverti muito com o indignado reclamando do tal mosquito...
No final de maio estou ai e sem dengue, tá?

Bel B disse...

Realmente foi uma sorte grande para mim, ter Mariana aqui para dividir o susto.
Fernando já está bem melhor. Hoje ele fez novo exame de sangue e foi à Letto só pela manhã.

eleusa disse...

Te cuida Pango. Lembra da história bíblica. que David abateu o gigante (foi David mesmo?). É o mesmo caso sua batalha com o mosquito!!!