domingo, fevereiro 12, 2012

Ser ou não ser... magro

Dizem por aí que os gordos são alegres e os magros tristes, será?
Eu não falo por mim, pois não me considero magra, nem tampouco gorda. Segundo uma companheira de ginástica sou uma “falsa magra”... Confesso que para ser falsa magra dá um trabalho danado. Os magros autênticos são diferentes, não fazem esforço. Uma época, tive um colega de ginástica que era conhecido na Academia como Felizardo, o único que fazia ginástica, por recomendação médica, para  engordar. E não engordava.

Minha amiga de infância Vane Leto sempre foi magra. Desde que a conheço ela diz que quer engordar 2 ou 3 kgs e não consegue. Nunca a vi tomando um sorvete de 2 bolas, nem comendo uma barra de chocolate e acho que nunca tomou um refrigerante inteiro. Atualmente é adepta do “gastronomicamente correta”, zero de gordura, o mínimo possível de carne, álcool nem pensar. Recentemente ela me disse que adora queijo parmesão com macarrão, mas ia deixar de comer pelo alto teor de gordura. Então pergunto: quem come linhaça, toma suco de couve, peito de frango assado sem pele, arroz integral e de vez em quando sheik da Herbalife, vai engordar como?

Florival Barreto, meu pai, é outro exemplo. No alto dos seus 90 anos, não passa de 52kgs, sempre. Lembro-me desde que me entendo por gente, ele já pregava a alimentação saudável. Nada de sucos ou água durante as refeições. Sempre dizia “tomar líquido durante as refeições dificulta a digestão”. Refrigerante? nunca. A melhor fruta é banana.Legumes e frutas devem ser consumidos diariamente. Castanha do Pará. Aveia. Pouco açúcar, pouco sal. Um dia destes ele disse: “Não podemos nos abster do chocolate”. Oba! Eu, chocólatra enrustida, fiquei logo feliz... Ele continuou “.. o cacau tem flavonóides..... etc...”. Ele coloca uma barra de chocolate meio amargo, na geladeira e come um pedacinho (2x1cm) diariamente. Aprendam gordos!... Eu bem que tentei, só que eu comia um quadradinho toda vez que abria a geladeira, logo faltou chocolate.
Na casa de tia Amelinha, em Conquista, era um lugar onde se comia divinamente. Sempre que íamos lá ela preparava andu, fígado assado com bacon e carne do sol, tudo maravilhoso. Certa vez, não deu para almoçar na casa dela, então este cardápio foi servido no café da manhã de domingo, antes da nossa viagem de volta. Começamos o desjejum, os Vianas foram chegando aos poucos e ninguém estranhava. Cada qual pegava seu prato e começava a comer e nem comentava sobre aquela refeição naquele horário. Eu fiquei intrigada, Fernando então me disse, quem tem estas besteiras de horário é magro.


De outra vez, encontramos Lau e Gerson Novais (o pai, o magro) que também estavam hospedados lá. Foi servido o almoço, aquela mesa imensa com diversas iguarias, começamos a nos servir e Gerson não aparecia. Já estávamos adiantados quando este chegou à mesa, e perguntou sobre cada prato, “o que é isto? É feito de que?” – perguntas de magro, é claro, gordo não pergunta, experimenta. Por isto a máxima: Quem lê rótulo não engorda!


A mesma situação ocorreu num almoço na casa de uns amigos. Quando foram servidas as sobremesas, um magro aproximou-se e a anfitriã perguntou qual ele queria. Ele quis saber cada uma “o que era, feito de que” e finalmente escolheu uma ameixa seca que decorava uma torta. Fernando estava um pouco distante ela gritou: Qual você quer Fernando?. Ele que nem tinha visto nada, respondeu: Um pouco de cada!..

Enfim esta história do sujeito que come tudo e não engorda, acredito que seja lenda, ou estes privilegiados são raríssimos. A maioria dos magros diz que come tudo, gosta de tudo. Observem, entretanto, a quantidade que eles comem. Querem saber tudo o que é e jamais ficam com os olhos brilhando e um sorriso nos lábios diante de uma torta de chocolate. Em compensação tem o prazer de ser magro, leve e solto.

Acredito que os gordos são realmente mais alegres. Os magros, no entanto, são felizardos!...

10 comentários:

Betty Boop disse...

eh isso mesmo...magro eh um nojoooo....come meio brigadeiro e ja esta satisfeito...Afffffffffffff
Ninguem merece!!!!!
Mas tenho minhas duvidas se magro eh felizardo...eles nao usam as vantagens geneticas!!!! rsrsrsrsr

Mariana disse...

Conheço alguns magros que comem muito e morro de inveja deles. Porque será?

Joana Ikeda disse...

hahaha rose, minha mãe é assim. come tudo pela metade, mesmo se já estiver na metade, ela come metade da metade.
algumas amigas adoram dividir prato, dividir sobremesa e são todas magrinhas...
to achando que a estratégia do magro é comer sempre metadinha... hahahaha

Anônimo disse...

O meu caso é que além de comer pouco gosto mais dos salgados( penso pela necessidade de sódioque meu organismo necessita ) mas quando é doce,como o chocolate como Sr. Flori, coloco na geladeira e todo dia como um quadradinho.Parece que meu estomago é pequeno. Mas, tem dia que estou com um apetite daqueles ...
Vane

Fernando disse...

Segundo a filósofa Natalie Lamour "a gente escolhe ser magro ou ser feliz..." Eu escolhi ser feliz.

Fernando disse...

Nunca um gordo pede ao magro para engordar, como o fumante não pede a ninguém para fumar, entretanto o inverso não é verdadeiro. Quem conhece os problemas de quem fuma é o fumante... Quem sabe dos problemas dos gordos, são os próprios gordos.. Amem as pessoas como elas são...
Já pensou Jô Soares Magro?... Já pensou sua mãe magérrimas? Os magérrimos são chatésimos... Principalmente do sexo feminino, geralmente são cheias de normas e regras. Sei também que um boi, ou vaca só vão para o açougue quando estão gordos... Os magros sobrevivem. Eu nasci com meu livre arbítrio....
Outra coisa: acho as top modelos horrorosas... Prefiro muito mais as bailarinas do Faustão...

Naninha disse...

joaquim quando vê as dançarinas do Fautão..pergunta..- è você mamãe...? O pai da risada cínica....e eu muito séria falo...sou eu sim...filho.

Minha colega está certa....malha muito...pois gosta de comer á vontade...

O pior não é ser ....o pior é está gordo... há muitas diferenças...

eu estou .....e por isso a luta diária contra a geladeira...fogão....todos.... e o Mundo carbo-açúcares.

eleusa disse...

Ai meu Deus!!! Eu queria ser magra pq minhas refeições seriam a base de refri e doces variados. Quando vc vai num restaurante que aquele infeliz fica passeando com um carrinho cheio de doces, pudins e todos os tipos de guloseimas na cara da gente, parece que é de propósito prá nos provocar. Quem resiste a "alguns" brigadeiros? só a mãe da Joana. Mas, nunca fui magra e a luta diária é dura para os ponteiros da balança não subirem com rapidez.

Bel B disse...

Naninha, dizem que você está quase lá, com o Ravena. É por isto que Joaquim já está confundindo...
Continue firme.

Ivana disse...

Gente, mas existem magros de verdade, que comem horrores e não engordam. Tem um amigo meu que é assim, costumo dizer que ele tem estomago de avestruz. Ai ele fala: meu organismo é acelerado chefinha! (é assim que ele me chama). Detalhe: não malha e a diversão dele é sair para comer todas as promoções do "Peixe Urbano e outras". Todo dia me mostra as fotos das comidas. Eu me mantenho magra, por conta de muitas restrições. Faço alimentação saudável, meu colesterol bom está em 100 (os médicos nem acreditam!), gosto de comidas leves, praticamente não como açúcar, e refrigerante nem ver. Chocolate só ¼ do quadrado 2 a 3 vezes ao ano. E mesmo assim, às vezes fico “cheinha” rsrs. Detalhe: SOU FELIZ! Não tenho gula por comida e se pudesse vivia dentro de uma acadêmia.