sexta-feira, janeiro 28, 2011

Se o poste se quer Presidenta, o idioma ficaria assim:

"A presidenta se comporta como uma adolescenta pouco pacienta que imagina ter virado eleganta para tentar ser nomeada representanta. Esperamos vê-la algum dia sorridenta numa capela ardenta, pois esta dirigenta política, dentre tantas outras suas atitudes barbarizentas, não tem o direito de violentar o pobre português, só para ficar contenta.

6 comentários:

Bel B disse...

Dilma está certa. O feminino de presidente é presidenta, conforme ensina o Aurélio:

presidente
[Do lat. praesidente.]
S. 2 g.
1. Pessoa que preside.
2. Pessoa que dirige os trabalhos duma assembléia ou corporação deliberativa.
S. m.
3. O presidente da República.
Adj. 2 g.
4. Bras. Ant. Governador de Estado.

u Presidente da República.
1. Chefe de Estado republicano.


presidenta
[Fem. de presidente.]
S. f.
1. Mulher que preside.
2. Mulher de um presidente.

art disse...

Vou ver em outro. Pelo Aurélio, a Marisa seria a presidenta, mulher do presidente. Ainda tenho dúvidas.

Bel B disse...

Professor Pasquale Neto: " Que têm em comum palavras como "pedinte", "agente", "fluente", "gerente", "caminhante", "dirigente" etc.? Não é difícil, é? O ponto em comum é a terminação "-nte", de origem latina. Essa terminação ocorre no particípio presente de verbos portugueses, italianos, espanhóis...
Normalmente essas palavras têm forma fixa, isto é, são iguais para o masculino e para o feminino; o que muda é o artigo (o/a gerente, o/a dirigente, o/a pagante, o/a pedinte). Em alguns (raros) casos, o uso fixa como alternativas as formas exclusivamente femininas, em que o "e" final dá lugar a um "a". Um desses casos é o de "parenta", forma exclusivamente feminina e não obrigatória (pode-se dizer "minha parente" ou "minha parenta", por exemplo). Outro desses casos é justamente o de "presidenta": pode-se dizer "a presidente" ou "a presidenta".

art disse...

Me detenho no Aurélio: Presidenta: mulher que preside.
mulher do presidente.

Isso é vago. Sugere que não deve ser usado, uma vez que é impreciso.

Se chamarmos Dilma de presidenta ela pode tanto ser a presidente como pode ser a esposa do presidente. Se a chamarmos de a Presidente, é inequívoco, ela é a presidente.

Bel B disse...

Acho que você tem razão Art. E também e' mais bonito. Presidenta e' horrível!

Selene disse...

Infelizmente caros amigos, linguagem eh uma das coisas da vida que se modifica conforme os tempos. Um bom exemplo disso eh a palavra "voce" que na realidade era "Vossa Merce" mas como os escravos e as pessoas nao alfabetizadas nao falavam corretamente, se transformou num ponto em "vosmece" e mais tarde no que temos hj "voce" e vejo que algum dia sera somente "ce". Correto ou nao gramaticamente, "presidenta" soa mal nos nosso ouvidoe e o anuncio " a presidente Dilma Rouseff" soa ainda pior.......