domingo, outubro 24, 2010

ETC e TAL...

Nasci em 1950, fui castrado (não confundam) politicamente, em 1964. Comecei votar em 1969, oposição, MDB na época. Um quadro horrível, tinham pessoas sérias, pessoas loucas, idealistas, etc e tal...
Em 1974 comecei minha vida empresarial independente. Inflação, corrupção, etc e tal...
Em 1989 começou a eleição para presidente, após ditadura. Apoiei Ulisses, o MDB tradicional, por questão de merecimento e tradição de oposição contra a ditadura... Restou Lulla e Collor, votei nulo...
Daí em diante com o novo movimento, impechman Collor, Itamar (fusca), nasceu o plano real e eu como cidadão, passei a ter um equilíbrio empresarial, projetando meus trabalhos com mais segurança. Hoje a situação continua equilibrada porque o governo atual manteve a economia nos padrões criados anteriormente que agradeço a Itamar e sua equipe econômica.
Atualmente vejo um quadro perigosíssimo... estas questões de partido de trabalhadores (?), de aposentados, cristãos, movimento dos sem terra etc e tal. São instituições específicas envolvidas em política. Isto me deixa vulnerável. As decisões são tomadas favorecendo as instituições que elas representam. Hoje temos uma sociedade vulnerável, a dizer que Dilma é nossa mãe, etc e tal...
Tenho pena do povo brasileiro!... EU VOTO 45!... e nunca votarei em um candidato para presidente por mais de 8 anos e nem em seu representante, seja ele de qualquer partido.

3 comentários:

art disse...

É Fernando, nós que vivemos por mais tempo observando a política e sofrendo a inflação no país, sabemos bem porque estamos votando. Não é uma escolha entre candidatos é a escolha se queremos continuar na democracia ou assumir uma autocracia totalitária em um estado aparelhado.

Pat disse...

É isso Fernando, compartilho do seu pensamento.

CB disse...

Por isso que eu acho que o voto deveria ser coisa de adulto, acima, pelo menos de 32 anos, de pessoas que pelo menos assitiram uma parte da historia e que podem opinar com base na realidade.