quarta-feira, fevereiro 01, 2012

FÉRIAS EM PARIS

Passei esses dias na Fazenda Paris com Joaquim....Love ficou em Conquista.Podemos dizer que tivemos férias conjugais.Saímos os dois no lucro....( Casamento. È uma outra boa história)

Joaquim pintou e bordou....mordido por formigas....pés com espinhos....montarias em cavalos e jegues com cangalhas.....aprendeu com os meninos de lá para ter cuidado com o tal peru....não ouviu....tomou uma carreira. Assim é....quando o ouvido não funciona.....as pernas aprendem......

Apesar de muito choro...nada aconteceu.....chegou em casa valente que só ele...pegou uma espada de plástico e disse que ia matar....o peru. Apresentou uns dois golpes ...achei depois disso que daria conta e mandei ir lá resolver essa peleja. Acompanhado de Pascoal......chegou na frente do peru.....e resolveu que o bicho ainda era grande para uma briga......

Às 6 da madrugada....Joaquim me acordava querendo leite...e eu balbuciaaaaaaaaava...” A vaca ainda não mandou o leite”. Ganhava mais uns minutos......de sono....

Depois de um tempo a pergunta pela manhã....mudava.....” Mãe...a vaca já mandou o leite?”....Veja com o vôvo!....A partir dessa data......vôvo fazia o leite.

Eu fiquei por lá....fazendo chimango...bolo...pães....cocada de chocolate.....sequilho de batata doce(este tirei do livro de D Amélia)Parei! tomei um susto! Estou igual a Tia Noe!!! Ave Maria! Deus me livre....!! Me benzi uma 6 vezes!....Tia Noe é assim....termina o almoço e só para...quando troveja! E eu que sempre falei mal dela por causa desse exagero! Tenho que ter muito cuidado...pois casei com o sobrinho de Califa....que eu também comentava suas peculiaridades ( chatices)....

Na cozinha de lá ...é inevitável não lembrar de D. Lucinha (a cada pão feito....eu e Edna...lembrávamos de como ela fazia......e tentávamos fazer como ela...o melhor)...D Noe.....com seus chimangos e cocadas.....D Norma com sua organização .....D Amélia....com o legado....D Nica....como a referência de força e coragem. Imagine que um dia tivemos a honra de ter todas essas mulheres juntas......

A cada receita que eu fazia .....elas estavam lá......no modo de eu fazer....de gastar ou economizar no ingrediente....no achar tudo bom.....e......principalmente na saudade de não podemos estar juntas novamente, todas elas.

A cada fornada...pensava...se elas aprovariam ou não.....Fazia o café....e chamava todos para sentar-se a mesa....para a merenda das 16:00....

Sempre estou indo à Fazenda... e nunca voltando......sempre deixo...lá um pouco de mim....além disso... deixei lá a minha infância .........tão feliz........com tanto.......que parecia tão pouco....!

4 comentários:

Mariana disse...

Se fosse possível colocar um pouco das virtudes de Nica, vovó Amélia, tia Noe e tia Norma em cada uma de nós seriamos mulheres perfeitas ; )

Tereza disse...

Naninha, tente, mude... vá ser escritora, menina. Amei tudo na sua última estória. E olha, o famoso Gibran Kalil Gibran já escreveu, e eu concordo, que a alma do homem vive onde a criança foi feliz. Seu último parágrafo me fez lembrar a frase do poeta. Bjs.

Anônimo disse...

Joaquim não roubou nada... Herdou a valentia Matos do pai e Chagas do tio Leo, além da sabedoria dos Barretos em não enfrentar o peru!
Fernando

Bel B disse...

Concordo plenamente com o comentário de Tereza...
e com os de Mariana e Fernando também!