sábado, março 12, 2016

Música, Sol, Mar e Boa Companhia

TRANCOSO

Depois de anunciar várias vezes  o Festival Música em Trancoso, finalmente consegui participar deste evento e em boa companhia.

Pouco divulgado em Salvador viemos a ter conhecimento do evento através de Bete,  que por sua vez conheceu devido a Neusa, sua irmã , que é jogadora de golfe e participa dos torneios realizados na mesma época do festival.

Além da companhia das duas citadas, tivemos também Sandra e Eliezer.  Passamos 3 dias, vimos 3 espetáculos maravilhosos, passeamos em Trancoso, conhecemos Caraívas, uma praia da região. Participamos da premiação do Torneio de Golfe, do qual Neusa foi campeã.

Caraívas


O Festival dura 1 semana e cada dia um tipo de música. Vimos um concerto de música clássica no primeiro dia. No segundo, opereta, com um Barítono e uma Soprano austríacos. O terceiro dia foi dedicado a bossa-nova com César Camargo Mariano no piano e a cantora Madison McFerrin. Algumas músicas foram acompanhadas por músicos internacionais com violino, clarinete e flauta. Nos dias seguintes teria Jazz, Música de Câmara, Rock, etc

É claro que NÃO há um dia para axé!.. Vixe Maria!...

Sandra, Fernando e Eliezer na entrada do Teatro
Sandra, Neusa e Bete
Os espetáculos são a partir das 18:30h o que nos deixa liberados a partir das 21h, então todos os caminhos levam ao Quadrado, onde os turistas se encontram. É uma enorme praça com vários bares, restaurantes e lojas. Como nosso grupo não é de farra nos limitávamos a comer beiju, brigadeiro, picolés e depois o sono dos anjos. Durante o dia sim: alguns drinks e almoço. Por ser um recanto turístico com muita gente rica é tudo muito caro. 

PORTO SEGURO
Após sairmos de Trancoso, eu e Fernando, passamos 1 dia e meio em Porto Seguro, com Alan, Lílian e Daniel. Muito boa a recepção e atenção dos anfitriões, além da oportunidade de conviver um pouco com Daniel.

Irreconhecível  Porto Seguro, após 25 anos. Mesmo em março muitos turistas. Segundo Alan, o turismo aumentou muito por lá em 2015, devido a alta do dólar, muitos estrangeiros, como também brasileiros que deixaram de viajar para o exterior.

No Museu do Descobrimento... estamos na sombra...

Casa de Alan. Um arco-íris de brinde...
Enfim, tudo maravilhoso. Recomendo o Festival nos próximos anos para quem quer curtir uma boa música, ou jogar golfe (será???) e curtir as praias da região. 

Um comentário:

Bete disse...

Foi muito bom estar com vocês! Com picadas de maruins e tudo...
Até o proximo Festival. Até lá, quem sabe... Fernando poderá estar participando do torneio de golfe?...