segunda-feira, agosto 17, 2015

Menininha

A menina escreve....A menina dança.....
A menina...pula...
A menina...rir...
A menina abraça...
A menina traça...
A menina brinca...
A menina....tem medo...
A menina tem fome....
A menina...xinga....
A menina....ler poesia...
A menina chora.......chora ...mais de alegria do que de dor....
A menina falha...erra.......
A menina se ferra....
A menina tem tudo que não precisa.....
A menina não tem o que mais precisa.........dela mesma!

(Naninha - Vulgo, Luciana Barreto)

Um comentário:

CB disse...

Luciana,

Seu autopoema me fez lembrar de uma passagem de Freud;

“Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais: somos também o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos 'sem querer'.”.