terça-feira, março 05, 2013

Como disse Giberto Carvalho: em 2013 "o bicho vai pegar"

O jornalista Merval Pereira, colunista no Globo e comentarista do GloboNews, denunciou na sua coluna de domingo, no jornal, algo muito grave, que ocorreu na inauguração do Museu de Arte do Rio, situado na zona portuária, no momento passando por revitalização. As SA petistas então atacaram: 
 
Reproduzo, em azul, trecho de seu artigo, intitulado “Meu momento Yoani”. Leiam:

 “O que esses jovens do PT, do PCdoB, da Juventude Socialista, do PDT, sei lá de onde, queriam dizer é que a revitalização do centro do Rio é uma modernidade que rejeitam. E o que dizer da nova legislação sobre os portos do país? O que está por trás dos protestos, no entanto, é uma nada estranhável, embora exótica, aliança entre órgãos sindicais e empresários que operam os portos sem competição, beneficiando-se de uma reserva de mercado tão ultrapassada quanto prejudicial à economia brasileira.”
(…)
As pessoas que saiam da festa de inauguração forçosamente tinham que passar pelos manifestantes para pegar seus carros, e houve momentos em que as agressões verbais chegaram às raias da agressão física. Uma senhora que ia à nossa frente foi chamada de “fascista” por um manifestante, que gritou tão perto do seu rosto que quase houve contato físico.
Passei pelo grupo com minha mulher sob os gritos dos manifestantes, e um deles me reconheceu. Gritou alto: “Aí Merval fdp”. Foi o que bastou para que outros cercassem o carro em que estávamos, impedindo que saísse. Chutaram-no, socaram os vidros, puseram-se na frente com faixas e cartazes impedindo a visão do motorista. Só desistiram da agressão quando um grupo de PMs chegou para abrir caminho e permitir que o carro andasse.
Foram instantes de tensão que permitiram sentir a violência que está no ar nesses dias em que, como previu o Ministro Gilberto Carvalho, “o bicho vai pegar”. É claro que o que aconteceu com a blogueira cubana Yoani Sanchez nem se compara, mas o ocorrido na noite de sexta-feira mostra bem o clima belicoso que os manifestantes extremistas estão impondo a seus atos supostamente de protesto

2 comentários:

Bel B disse...

Aqui em Salvador tem varios absurdos por causa deste tipo de protesto... Por exemplo, foi a primeira cidade do mundo a recusar um hotel Hilton, que seria no Comércio, no predio de azulejos ao lado do Mercado Modelo,. Agora está abandonado que faz pena.

art disse...

Temos o canecão aqui, a prova viva do resultado da ação desses vagabundos. Como pertence à UFRJ, universidade federal, foi fechado, lacrado e hoje serve de ponto de reunião de fumadores de crack ou sindicato de professores.