terça-feira, novembro 02, 2010

É assim que a banda vai tocar.

Pressão do PMDB faz Dilma nomear Temer coordenador da equipe de transição

Por Ranier Bragon, na Folha Online.


Depois de pressão do PMDB, o vice-presidente eleito Michel Temer (PMDB) foi indicado na tarde desta terça-feira pela presidente eleita Dilma Rousseff para coordenar a equipe de transição que começará seus trabalhos, oficialmente, na próxima segunda-feira. Ontem, no primeiro dia após o resultado da eleição, Dilma havia se reunido com os seus coordenadores petistas, tendo definido que a coordenação política da transição caberia ao presidente do partido, José Eduardo Dutra, e a transição técnica ao ex-ministro Antonio Palocci.

Os dois nomes permanecem com as mesmas funções, mas estarão subordinados, pelo menos no papel, a Temer. A Folha apurou que a medida tem o objetivo de conter insatisfação no PMDB, o maior dos dez partidos oficialmente aliados em torno de Dilma. A nota divulgada pela assessoria de Dilma diz que cerca de 30 nomes da equipe de transição foram encaminhadas ao presidente Lula. “Na oportunidade, [Dilma] esclarece que a coordenação política dessa equipe será feita pelo vice-presidente eleito Michel Temer, pelo coordenador geral da campanha, José Eduardo Dutra, e pelos deputados federais Antonio Palocci e José Eduardo Cardozo”. Cardozo atuará tanto na área política quanto técnica.

O interessante é a imprensa normalista insinuar (como mandou o PT, que o cargo do Temer seria figurativo, mas a notícia na Folha foi mais rápida, até a noite a empresa Folha - impressora das provas do Enem - mudará o texto, vamos ver).

Um comentário:

Naninha disse...

Imaginei que a banda começaria tocar , mas tarde....dei um prazo de 12 meses....., mas foi antes do que imaginava....

Vamos ver como será a partilha dos Ministérios....deve ser assim: Quem dá mais...ou quem pode mais?